Manaus 30º • Nublado
Sábado, 02 Dezembro 2023

Conheça Agrael de Jesus: atriz rondoniense que ganhou destaque no Festival de Gramado

Agrael de Jesus. Este é o nome da vencedora do prêmio de 'Melhor Atriz' na categoria 'Curtas-metragens Brasileiros' durante o Festival de Cinema de Gramado de 2023, na cidade situada na serra do Rio Grande do Sul. O filme 'Ela Mora Logo Ali', no qual Agrael atuou como protagonista, também conquistou outros dois Kikitos de ouro.
Agrael de Jesus recebendo premiação no Festival de Gramado 2023. Foto: Reprodução

A atriz conta que se emocionou ao subir ao palco para buscar o prêmio e expressou gratidão pelo reconhecimento, destacando que esse é um grande passo para o cenário artístico e audiovisual do Estado.

"Muito feliz, honrada e agradecida ao ver nosso trabalho sendo reconhecido. Foi a realização de um sonho. Mostra que somos capazes", 

ressaltou a atriz.

O curta "Ela mora logo ali" foi produzido, dirigido e encenado na cidade de Porto Velho, capital de Rondônia, e contou com a participação de uma equipe local. O filme narra a história de uma mãe negra e atípica que ganha a vida como vendedora ambulante e vê sua rotina transformada após um encontro com uma jovem leitora em um ônibus.

A atriz relata que, ao assumir o papel de 'Nininha', personagem principal do curta-metragem, precisou se inserir na realidade da personagem, tentando vivenciar o cotidiano para poder interpretá-la de uma forma autêntica.

Curta Ela Mora Logo Ali venceu em três categorias do Festival de Gramado. Foto: Reprodução

Nascida na cidade de Jequié (BA), Agrael chegou a Porto Velho em 1975, onde trabalhou como funcionária pública até sua aposentadoria. Foi nesse momento que sua jornada no mundo das artes teve início. Ingressou na formação de atores em nível médio e realizou sua licenciatura em teatro na Universidade Federal de Rondônia (UNIR).

Com 65 anos, a atriz construiu sua carreira envolvida em oficinas e produções teatrais. Ela fez parte do conjunto chamado "O Imaginário", percorreu o Brasil em turnês com a peça "As Mulheres do Aluá" no Festival Palco Giratório. No cinema, ela contribuiu com o filme "Rodantes" e desempenhou o papel principal no curta-metragem brasileiro "Ela Mora Logo Ali", que conquistou prêmios no Festival de Gramado.

Primeiro curta-metragem de Rondônia a concorrer o Festival de Cinema de Gramado 

'Ela Mora Logo Ali' foi o primeiro curta-metragem de Rondônia a concorrer o 51º Festival de Cinema de Gramado e trouxe para casa três Kikitos de Ouro, durante cerimônia realizada na Serra Gaúcha. São eles:


  • Melhor roteiro (Fabiano Barros e Rafael Rogante)
  • Melhor atriz (Agrael de Jesus);
  • e o Troféu do Júri Popular.
Foto: Reprodução

"Nós fomos até lá sem nenhuma pretensão e conseguimos mostrar Rondônia para o Brasil e para o mundo. Agora eles sabem que o Estado tem arte e cinema",

explica a atriz.

O filme retrata o impacto que a literatura tem na vida de uma família que vive com uma renda mínima e enfrenta diversas dificuldades no dia a dia. A partir do momento em que a vendedora entra em contato com a literatura, ela se abre para novas descobertas e sonhos.

Segundo a produção, uma das maiores dificuldades para a equipe foi o curto período de tempo para elaboração do filme e a falta de investimento público e privado. Foram cerca de cinco dias para que a obra ficasse pronta. 

*Por Emily Costa, do Grupo Rede Amazônica

Veja mais notícias sobre CulturaArteRondônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 02 Dezembro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/