O que fazer em Anavilhanas?

O Parque Nacional de Anavilhanas é um dos principais destinos turísticos do Estado do Amazonas, conhecido por sua rica biodiversidade, beleza natural e as 400 ilhas formadas pelo Rio Negro.

O Parque Nacional de Anavilhanas é um dos principais destinos turísticos do Estado do Amazonas, no Brasil. Localizado na região de Novo Airão, a cerca de 120 km de Manaus, o parque é conhecido por sua rica biodiversidade, beleza natural e as 400 ilhas flutuantes formadas pelo Rio Negro.

Com uma área de aproximadamente 45.000 hectares, o parque abriga uma ampla variedade de animais e plantas, incluindo espécies endêmicas e ameaçadas de extinção. Além disso, é possível encontrar comunidades ribeirinhas e indígenas vivendo em harmonia com a natureza.

Praia da Iguana. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Os visitantes podem desfrutar de atividades como passeios de barco, trilhas ecológicas, pesca esportiva e camping. Também é possível fazer passeios de bicicleta pelas ilhas flutuantes, apreciar a beleza dos rios e lagoas e conhecer a cultura local.

Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

O Parque Nacional de Anavilhanas é uma verdadeira jóia da natureza, oferecendo uma oportunidade única de desfrutar da beleza e riqueza da Amazônia. Além de preservar a biodiversidade, o parque também é importante para a conservação dos recursos hídricos da região e para o desenvolvimento de atividades turísticas sustentáveis.

Praias pela região que aparecem no período. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

O Parque Nacional de Anavilhanas é um local incrível, com paisagens deslumbrantes e uma biodiversidade rica, que certamente vale a pena ser visitado.

O que fazer?

Se você está procurando uma aventura ecológica inesquecível na Amazônia, o Parque Nacional de Anavilhanas é o lugar perfeito para você. Com uma biodiversidade única, cenários deslumbrantes e atividades para todos os gostos, esse parque é uma verdadeira jóia da natureza. Aqui estão algumas dicas sobre o que fazer durante sua visita ao Parque Nacional de Anavilhanas.

Corredor de árvores numa região alagada. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Passeios de barco: Uma das atividades mais populares no parque é o passeio de barco pelas 400 ilhas flutuantes formadas pelo Rio Negro. Esse passeio oferece vistas incríveis da natureza e é uma ótima oportunidade para avistar animais como jacarés, ariranhas e diversas espécies de aves.

Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Trilhas ecológicas: Se você gosta de caminhadas, as trilhas ecológicas são uma ótima opção. Elas levam você por paisagens deslumbrantes e lhe permitem desfrutar da biodiversidade do parque de perto. Além disso, as trilhas são monitoradas por guias experientes que podem fornecer informações sobre a flora e a fauna da região.

Pedra do Sanduiche. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Pesca esportiva: Para os amantes de pesca, o Parque Nacional de Anavilhanas é um verdadeiro paraíso. As águas do Rio Negro são repletas de peixes, incluindo espécies como tucunaré, bicuda e piranha.

Camping: Se você quer ficar mais tempo no parque e desfrutar da natureza ao máximo, o camping é uma ótima opção. As áreas de camping são seguras e bem equipadas, e oferecem uma vista espetacular do Rio Negro e das ilhas flutuantes.

Conhecer a cultura local: Além das atividades ecológicas, o Parque Nacional de Anavilhanas também é uma excelente oportunidade para conhecer a cultura local. Durante sua visita, você pode visitar as comunidades ribeirinhas e indígenas da região e aprender sobre suas tradições e formas de vida.

Elevações rochosas no meio do rio, que dependendo da época, ficam submersas. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

O Parque Nacional de Anavilhanas é uma verdadeira jóia da natureza que oferece uma variedade incrível de atividades e experiências para todos os gostos. Se você está procurando uma aventura ecológica inesquecível na Amazônia, não perca a chance de visitar esse parque maravilhoso.

Onde ficar 

Se você está planejando uma viagem ao Parque Nacional de Anavilhanas e está em busca de um lugar para se hospedar, não se preocupe! Há uma ampla variedade de opções de hospedagem para todos os gostos e orçamentos. Aqui estão algumas sugestões para ajudá-lo a escolher o lugar certo para você.

Flutuante dos botos. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Pousadas e hotéis: Se você prefere uma hospedagem mais confortável, existem pousadas e hotéis na região que oferecem vistas incríveis do Rio Negro e do parque. Essas hospedagens geralmente oferecem quartos limpos e bem equipados, piscinas, restaurantes e outros serviços para tornar sua estadia mais agradável.

Camping: Se você gosta de natureza e quer uma experiência mais autêntica, o camping é uma ótima opção. O parque oferece áreas de camping seguras e bem equipadas, com vistas espetaculares do Rio Negro e das ilhas flutuantes.

Pedra do Sanduiche. Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Comunidades ribeirinhas: Se você quer conhecer mais sobre a cultura local e se hospedar em meio à natureza, as comunidades ribeirinhas são uma ótima escolha. Essas comunidades oferecem acomodações simples, mas acolhedoras, e você pode experimentar a comida típica da região e aprender sobre a forma de vida das pessoas locais.

Barcos flutuantes: Se você quer uma experiência única e inesquecível, você pode escolher se hospedar em um barco flutuante. Esses barcos navegam pelas águas do Rio Negro e oferecem vistas espetaculares do parque e da natureza circundante.

Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Há uma ampla variedade de opções de hospedagem no Parque Nacional de Anavilhanas, desde pousadas e hotéis confortáveis até camping e barcos flutuantes. Tudo depende do seu gosto e orçamento. Seja qual for a sua escolha, certifique-se de que você terá uma estadia inesquecível e desfrutará da beleza e da biodiversidade desse lugar único na Amazônia.

Como chegar

O Parque Nacional de Anavilhanas é um destino popular para aqueles que procuram desfrutar da natureza e da biodiversidade da Amazônia. Se você está planejando uma viagem ao parque, aqui estão algumas informações importantes sobre como chegar lá.

De avião: O aeroporto mais próximo do parque é o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, que recebe voos de todo o Brasil e de alguns países da América do Sul. De lá, você pode pegar um táxi ou um ônibus para a rodoviária de Manaus e, em seguida, pegar outro ônibus para a cidade de Novo Airão, que fica perto do parque.

Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

De ônibus: Se você estiver vindo de outra cidade do Brasil, pode pegar um ônibus até a rodoviária de Manaus e, em seguida, pegar outro ônibus para Novo Airão. Essa é uma opção mais econômica, mas também pode levar mais tempo.

De carro: Se você prefere dirigir, pode alugar um carro em Manaus e seguir pela BR-174 até Novo Airão. Essa é uma viagem de cerca de 2 horas e meia, dependendo do tráfego.

De barco: Se você estiver viajando de barco, pode chegar ao Parque Nacional de Anavilhanas através do Rio Negro. Existem muitas empresas de barcos que oferecem passeios pelo rio, incluindo passeios de dia e acampamentos flutuantes.

Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Independentemente de como você chegar ao Parque Nacional de Anavilhanas, é importante se informar sobre as condições climáticas e de tráfego antes de partir, especialmente se você estiver viajando durante a época das chuvas. Além disso, certifique-se de levar todos os itens essenciais, como repelente, protetor solar e roupas confortáveis para se proteger do clima quente e úmido da Amazônia.

Há várias opções para chegar ao Parque Nacional de Anavilhanas, incluindo avião, ônibus, carro e barco. Escolha a opção que melhor atenda às suas necessidades e prepare-se para desfrutar dessa incrível região da Amazônia!

Quando ir 

O Parque Nacional de Anavilhanas é um lugar incrível para se visitar a qualquer momento do ano, mas o melhor período pode variar dependendo do que você está procurando em sua viagem. Aqui estão algumas coisas a considerar ao escolher o momento certo para visitar o parque.

Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Temporada das chuvas: A época das chuvas no Parque Nacional de Anavilhanas vai de janeiro a maio, durante a qual as águas dos rios e lagos aumentam e criam uma bela paisagem florestal alagada. No entanto, é importante lembrar que esse período também pode trazer desafios, como dificuldades de acesso a algumas áreas do parque e maior incidência de doenças transmitidas pelo mosquito.

Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Temporada seca: A temporada seca no parque vai de junho a dezembro, quando as águas dos rios e lagos diminuem e os turistas podem aproveitar atividades como passeios de barco, trilhas e avistamento de animais. Esse é o momento ideal para quem procura uma experiência mais tranquila e com menos água.

Foto: Gildo Júnior/Bora de Trip

Avistamento de animais: Se você está interessado em avistar animais selvagens, o melhor período para visitar o parque é durante a temporada seca, quando a diminuição da água expõe as margens dos rios e torna mais fácil avistar animais como jacarés, capivaras e aves.

O melhor período para visitar o Parque Nacional de Anavilhanas pode variar dependendo do que você procura em sua viagem. Se você está procurando uma experiência mais tranquila, recomenda-se visitar durante a temporada seca. Se você está procurando uma paisagem florestal alagada e mais desafios, recomenda-se visitar durante a época das chuvas. E se você está procurando avistar animais, recomenda-se visitar durante a temporada seca.

Sobre o autor

Gildo Júnior é fotógrafo, videomaker, aventureiro e colecionador de roteiros no Bora de Trip e colunista no Portal Amazônia. Para o servidor público federal, “o mundo é imenso, repleto de lugares para conhecer, de coisas para fazer, de culturas para admirar, comidas para provar e pessoas para conhecer”.

*O conteúdo é de responsabilidade do colunista

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

A realidade da Reserva Legal na Amazônia e o Projeto de Lei 3334/2023

As Reservas Legais, juntamente com as APPs, desempenham um papel essencial nesse contexto, protegendo a vegetação nativa e garantindo acesso aos benefícios proporcionados pelos ecossistemas.

Leia também

Publicidade