Projeto da Ufam realiza a soltura de mais de 4 mil quelônios na Amazônia; veja imagens

O projeto ‘Pé-de-Pincha’, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), realizou a soltura de mais de 4 mil tracajás, nessa quinta-feira (14), na comunidade de Igapoaçu, no Careiro Castanho. A ação marcou o início da 9ª soltura de quelônios na região.

O projeto conta com apoio da iniciativa privada e leva conscientização ambiental no meio da floresta para crianças da comunidade. “Desde pequeno, se você consegue mobilizar, sensibilizar as crianças, isso vai ajudar porque elas começam a entender que a natureza precisa do apoio de quem mora próximo a ela”, explicou o coordenador do projeto, Paulo Andrade.
 

Confira imagens da soltura, feitas pelo repórter cinematográfico Alexandro Pereira:
 

Nesta edição, foram soltos 4.151 quelônios no local. O projeto ‘Pé-de-Pincha’ está completando 20 anos e, neste ano, chega a marca de 5 milhões de tartarugas, tracajás e açás na natureza.

O trabalho é feito com apoio de comunitários, que coletam os ovos no meio ambiente, no final de agosto, e esperam dois meses até a eclosão dos ovos. Conforme Andrade, o resultado desse ano foi positivo, visto que mais de 80% dos quelônios nasceram sem complicações e de forma saudável.
 

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Portal Amazônia responde: o que é comida ‘remosa’?

Um estudo buscou promover uma revisão bibliográfica sobre o tema e propor uma hipótese teórica para o fenômeno.

Leia também

Publicidade