Manaus 30º • Nublado
Terça, 28 Setembro 2021

Já pesquisou sobre a Amazônia? Veja as principais dúvidas dos internautas sobre a região no Google

Fotos-Marcos-Vicentti-9_20210723-144242_1

Diariamente, os buscadores na internet recebem milhares de pesquisas e, claro, que a Amazônia está entre os tópicos mais digitados. A equipe do Portal Amazônia  decidiu olhar quais são os assuntos relacionados a nossa região que os internautas desejam saber. Confira:

 

Diferença entre Amazônia Legal e Internacional

 

Sim, a Amazônia é dividida em três nomenclaturas: Amazônia Legal, Amazônia Internacional e Região Norte. A Amazônia Legal, conhecida também como Amazônia Brasileira, foi instituída pela lei nº 1.806/1953, durante o Governo Vargas. A partir de então, os estados do Mato Grosso, Tocantins e parte do Maranhão (até o meridiano de 44º) foram integrados à região. 

Já a Amazônia Internacional engloba o Brasil, Bolívia, Peru, Equador, Colombia, Venezuela, Guiana, Guiana Francesa e Suriname, o que equivale a sete milhões de quilômetros quadrados da América do Sul, cerca de 60% dessa área está em terras brasileiras. 

 

A Região Norte é considerada a maior macrorregião do Brasil, possui mais de três milhões de quilômetros quadrados, ou seja, mais de 45% do território brasileiro e compreende os estados do Amazonas, Pará, Acre, Rondônia, Roraima, Amapá e Tocantins. 



 

Amazônia é o pulmão do mundo?

 

Amazônia, pulmão do mundo. Não se sabe quem utilizou esta expressão pela primeira vez, mas o sentido dela é que na Amazônia haveria uma enorme produção de oxigênio, o que não corresponde à realidade, segundo especialistas.

 

Descobertas científicas demonstram que a floresta amazônica encontra-se em estado de clímax ecológico: toda a biomassa (o conjunto de matéria viva da região) acaba sendo utilizada por outros organismos para seu metabolismo, produzindo dióxido de carbono. É verdade que a floresta produz uma imensa quantidade de oxigênio mediante a fotossíntese durante o dia. Porém, as plantas superiores e outros organismos associados vivendo nessa mesma floresta respiram 24 por dia, ou seja, o oxigênio que a floresta produz acaba sendo utilizado na respiração dela mesma.

Amazônia é a maior floresta do mundo?

Representando dois terços das florestas naturais do Brasil e cobrindo quase 50% do território brasileiro, a Amazônia é o maior bioma do País. Com extensão aproximada de 421 milhões de hectares, sendo a principal floresta tropical do mundo, o ecossistema concentra uma vasta biodiversidade. Celebrado neste sábado, 5 de setembro, o Dia da Amazônia busca alertar para a necessidade de preservação do bioma, um dos mais valiosos patrimônios naturais da humanidade. 

Essencial para o equilíbrio climático, a Amazônia contribui para a manutenção e distribuição da umidade em todo o continente. “As árvores da floresta retiram água da terra para uso no metabolismo em todas as partes da planta. Em última análise, a água é levada até as folhas, onde é liberada na atmosfera em forma de vapor. Esse vapor concentrado acima das copas das árvores, aliado à umidade que vem dos oceanos, forma o que conhecemos como ‘rios voadores’, que são responsáveis pela distribuição da umidade acumulada. Esse fenômeno cria situações interessantes, como a ausência de desertos ao leste da Cordilheira dos Andes, por exemplo, onde se esperaria que ocorressem formações desérticas semelhantes às dos demais continentes”, explica o professor Pedro Maria Abreu Ferreira, docente da Escola de Ciências da Saúde e da Vida e coordenador científico do Centro de Pesquisas e Conservação da Natureza Pró-Mata. 

De acordo com levantamentos do Mapbiomas, entre 1985 e 2019, a perda líquida de cobertura de floresta na Amazônia foi de 44 milhões de hectares – o equivalente a 9,5 vezes a área do estado do Rio de Janeiro. 

 

Na Amazônia tem leão?

 

Segundo o professor de manejo de fauna e de áreas protegidas da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Rogério Fonseca, não existe a possibilidade de um leão  estar presente no bioma amazônico de forma natural. Contudo, o especialista afirma que onças e leões possuem semelhanças genéticas, ou seja, são considerados ‘primos’, fazendo com que a Amazônia tenha o seu próprio ‘rei da selva’. 

 

A reportagem quis saber se um leão conseguiria se adaptar ao clima e peculiaridades da Amazônia, e de acordo com o profissional, tal fato não seria impossível. “Temos que destacar que parte da Amazônia é uma savana, regiões como o sul do Amazonas e Roraima, por exemplo, a vegetação é semelhante com as grandes savanas da África, sendo assim, não seria difícil um animal como um leão se adaptar”, explicou. 

Mas não pense que histórias sobre supostas aparições de leões na região não foram relatadas. No sul do Amazonas, mais precisamente no município de Manicoré (distante a 618 quilômetros de Manaus), os indígenas relataram um animal com características de um leão, mas o chamaram de Mapinguari. “Fui na Terra Indígena para ‘triangular’  a veracidade da informação. Eles contaram que o leão é o Mapinguari, anda às vezes em pé, outras de quatro. Sendo assim, no insconsciente popular a Amazônia tem Leão, né”, afirmou.

 

Na opinião de Fonseca, o fluxo turístico na região tem aumentado, principalmente, dos asiáticos. “É comum as pessoas consultarem na internet para sanarem suas dúvidas, por isso, acho que nós biólogos deveríamos nos esforçar em campanhas nessas regiões para sanar todas as dúvidas dos estrangeiros ou turistas”, disse. 




 

Na Amazônia tem cachoeira?

 

A região amazônica é dotada de belezas naturais que deixam qualquer um de queixo caído, e não só possuímos belas cachoeiras, como no Amazonas está localizada a maior cachoeira do Brasil. Ela se chama ‘Cachoeira do Aracá’, fica no município de Barcelos (distante a 401 quilômetros de Manaus) e possui 353 metros.  

A cachoeira fica dentro do Parque Estadual da Serra do Acará, que tem 1.818.700 hectares, mais especificamente na Serra do Acará, a 200 quilômetros do município de Barcelos. A formação está no planalto das Guianas ao Norte do Amazonas, uma região remota e pouco habitada. 

 

A fauna é típica de regiões de montanha, existe até o registro de espécies andinas no local.As águas escuras do igarapé preto que descem o Monte Tantalita mostram logo que cachoeira está na bacia do Rio Negro. 

 

Na Amazônia tem ouro?

 

Quem não gosta de ouro, né? “Inshalá”. E para quem não sabe, o Estado do Pará foi o protagonista na corrida por ouro na década de 80. Serra Pelada, região localizada no município de Curionópolis, no sul do Pará, foi invadida por garimpeiros que buscavam ouro. Até 1981, foram retiradas do garimpo mais de 10 toneladas de ouro. 

 

 

Veja mais notícias sobre Amazônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 28 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/