Manaus 30º • Nublado
Terça, 30 Novembro 2021

Conheça as propriedades da Copaíba, o antibiótico da mata

b2ap3_large_Copaiba-1-copia

A copaíba (Copaifera langsdorffii) é uma das plantas medicinais mais utilizadas na Amazônia, em especial no tratamento de inflamações. As copaíbas são árvores nativas da região tropical da América Latina e também da África Ocidental. Segundo o livro Index Kewensis da Universidade de Oxford (EUA), o gênero copaibera possui 72 espécies, pertencente à família Fabaceae e no qual, 16 espécies são encontradas no Brasil, principalmente nas Regiões Amazônicas e Centro-Oeste.

No estado do Acre e Pará, a copaibeira floresce na estação chuvosa, entre janeiro e abril, e frutifica de maio até setembro. As abelhas ajudam muito na frutificação, pois transportam o pólen de uma árvore para outra. As copaibeiras podem atingir cerca de 36 metros de altura e 140 centímetros de diâmetro. A árvore de copaíba é conhecida como "pau-de-óleo", "árvore milagrosa" e "árvore do óleo diesel" porque produz um óleo medicinal que pode ser extraído do tronco. Ocorre na floresta de terra firme, nas margens dos lagos e igarapés e nas matas do cerrado do Brasil Central.

Segundo a professora Selma Goulart, da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), as espécies do gênero Copaifera L., que se manifestam com mais frequência no Pará e principalmente no sudeste paraense são as: Copaifera duckei Dwyer, Copaifera martii Hayne e Copaifera reticulata Ducke "Na região Amazônica as espécies de Copaifera possuem características muito semelhantes entre si, com ocorrência em matas de terra firme, solos argilosos, arenosos e em todos os estados da região. As espécies de copaíba são encontradas na forma de arbustos ou árvores, com características de tronco cilíndrico e anéis circulares ao longo do mesmo", explica a professora.

Foto: Divulgação

 Além de anti-inflamatórias, suas propriedades também ajudam no alívio de problemas de pele, feridas e machucados abertos, por conta de sua propriedade cicatrizante e antisséptica.

Entre outros usos medicinais, a copaíba possui propriedades antimicrobiana, diurética, laxante e hipotensora, podendo ser usada para tratamento de caspas, problemas respiratórios como tosse, excesso de secreção e bronquite; Gripes, resfriados, infecções urinárias, hemorróida, doenças inflamatórias nas articulações como artrite, por exemplo; prisão de ventre e micoses.

Como usar

A forma mais comum de se utilizar a copaíba é por meio do seu óleo, que pode ser encontrado em farmácias ou em lojas de produtos naturais.

Para tratar problemas de pele, uma pequena quantidade de óleo de copaíba deve ser aplicada sobre a região a ser tratada e massagear suavemente até que haja a absorção completa do óleo. É recomendado que esse procedimento seja feito pelo menos 3 vezes ao dia para garantir os melhores resultados. Outra opção de utilização do óleo de copaíba para problemas de pele e articulares é por meio do aquecimento de uma pequena quantidade de óleo, que, quando morno, deve ser passado sobre a área a ser tratada até 2 vezes por dia.

Foto: Divulgação

No caso de doenças respiratórias ou urinárias, por exemplo, pode ser recomendado o consumo de cápsulas de copaíba, sendo a dose diária máxima recomendada de 250 mg por dia.

É importante consultar um fisioterapeuta, pois, a copaíba possui efeitos colaterais, como diarreia, vômito e erupções na pele. Além disso, a planta é contraindicada para pessoas em caso de gravidez, amamentação e em problemas gástricos.

Veja mais notícias sobre AmazôniaSaúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 30 Novembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/