Manaus 30º • Nublado
Sexta, 01 Julho 2022

Ouça a série 'Amazônia ribeirinha' em podcast

A série 'Amazônia Ribeirinha' em Podcast, lançada no último dia 9 de novembro, faz parte do resultado do Estágio Científico Avançado de Pós-Doutoramento da professora Lucileyde Feitosa no Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, do Instituto de Ciências Sociais, da Universidade do Minho em Portugal. A pesquisa foi desenvolvida na Comunidade de Calama, no Município de Porto Velho, em Rondônia. 

O objetivo da pesquisa foi analisar a importância do rádio na construção dos territórios de comunicação permeados por lutas históricas e sociais, saberes locais, memórias ligadas aos lugares, experiências que ajudam no entendimento do viver amazônico delineado pela convivência nem sempre harmoniosa com o rio e a mata. 

Foto: Reprodução/Anchor/Lucileyde Feitosa

Os supervisores do estágio científico avançado foram os doutores João Sarmento e Madalena Oliveira da Universidade do Minho, os quais contribuíram para a realização desse trabalho inédito na Amazônia. Que esta experiência de Olhar Amazônia com pertencimento e justiça social possa ser multiplicada para a definição de campos possíveis de ação nas políticas públicas destinadas às populações ribeirinhas.

Confira o resultado:

Continue acompanhando e envie suas sugestões no e-mail:

Sobre a autora

Lucileyde Feitosa é Professora, Pós-Doutoranda em Comunicação e Sociedade (Universidade do Minho/Portugal), Doutora em Geografia/UFPR, Integrante do Movimento Jornalismo e Ciência na Amazônia e colunista da Rádio CBN Amazônia Porto Velho. 

*O conteúdo é de responsabilidade do colunista

Veja mais notícias sobre Amazônia Ribeirinha.

 

Comentários: 1

Antonio Emanuel em Quarta, 02 Fevereiro 2022 10:37

Nota sobre as aves místicas da Amazônia




Olá, bom dia, me chamo Antonio Emanuel, sou mestre em História e Espaços pelo programa de pós graduação em História da UFRN, adorei seu artigo sobre as 3 aves fantasmas da Amazônia, no portal amazônia.

Sou pesquisador na área de História das Religiões e especialidades, o quanto as relações religiosas determinam também dinâmicas espaciais e tenho particular interesses sobre espiritualidades e crendices populares.

Minha ave preferida é o Urutau, é mística, linda, simbólica e também me toca uma profunda memória afetiva da infância. 

Que essas aves sejam preservadas, são mais que seres biológicos pertencentes a uma cadeia natural, como também são seres culturais, que tornam mais rica e complexa o recorte de mundo de nosso povo, em especial os ribeirinhos amazônicos e os sertanejos, que nem a mim

Forte abraço,  continue escrevendo artigos sobre essas aves místicas e cultura popular amazônica!



Atenciosamente,


Antonio Emanuel!

Nota sobre as aves místicas da Amazônia Olá, bom dia, me chamo Antonio Emanuel, sou mestre em História e Espaços pelo programa de pós graduação em História da UFRN, adorei seu artigo sobre as 3 aves fantasmas da Amazônia, no portal amazônia. Sou pesquisador na área de História das Religiões e especialidades, o quanto as relações religiosas determinam também dinâmicas espaciais e tenho particular interesses sobre espiritualidades e crendices populares. Minha ave preferida é o Urutau, é mística, linda, simbólica e também me toca uma profunda memória afetiva da infância.  Que essas aves sejam preservadas, são mais que seres biológicos pertencentes a uma cadeia natural, como também são seres culturais, que tornam mais rica e complexa o recorte de mundo de nosso povo, em especial os ribeirinhos amazônicos e os sertanejos, que nem a mim Forte abraço,  continue escrevendo artigos sobre essas aves místicas e cultura popular amazônica! Atenciosamente, Antonio Emanuel!
Visitante
Sexta, 01 Julho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/