Manaus 30º • Nublado
Sábado, 25 Setembro 2021

Tucupi

Durante o processo de fabricação da farinha, as raízes de mandioca são trituradas e prensadas para a remoção de seu líquido. A massa prensada segue para a torração e o resíduo líquido, denominado de manipueira, é descartado ou transformado no tucupi. O tucupi é o molho parcialmente fermentado da manipueira, que fica em repouso por um ou dois dias para a decantação do amido, que é posteriormente removido, ocorrendo naturalmente a fermentação.

Após essa etapa, é realizada uma fervura, adicionando-se condimentos e obtendo-se, assim, o tucupi. Este, geralmente é embalado em garrafas do tipo Pet ou similar.

Além de ser usado no tacacá, tempera carnes de sabor marcante como pato, peixe, leitão, paca. Talvez o prato mais famoso seja o pato no tucupi, que é conhecido internacionalmente.

Você sabia que a coloração do tucupi é dada pelos pigmentos betacarotenos presentes na mandioca amarela, variedade mais indicada para o preparo do molho, justamente pela cor? Mas a mandioca branca também rende bom tucupi, conhecido como tucupi doce.

Foto: Divulgação

Veja mais notícias sobre Amazônia de A à ZT.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 25 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/