Manaus 30º • Nublado
Quinta, 23 Setembro 2021

Murumuru

Foto: P. S. Sena/Wikimedia Commons

O murumuru é uma planta encontrada em toda a região amazônica. O murumuruzeiro cresce em terrenos baixos e úmidos em touceiras com estipe de 10 a 15 m de altura, medindo de 17 a 27 cm de diâmetro, apresentando-se como monocaule com bainhas persistentes formando placas recobertas de longos espinhos pretos de até 12 cm de comprimento.

O fruto é drupa de formato piramidal, 5 cm de altura, epicarpo e polpa amarela, oleaginosa, doce, com cheiro e sabor de melão maduro, comestível. Os frutos nos cachos são voltados para cima. A dispersão se dá pela água dos rios, fauna aquática e terrestre como paca, jabuti, quatipuru, macaco, queixada etc.

O óleo de murumuru é obtido industrialmente pela prensagem das sementes ou das amêndoas em equipamentos conhecidos por cage press (ou expeler). A gordura do murumuru é branca, com muito pouco cheiro e nenhum gosto especial. Tem um ponto de fusão superior ao do óleo de palmiste (extraído do caroço do dendezeiro) e do óleo de côco, além da grande vantagem: a baixa acidez.

A amêndoa do murumuru é bastante oleosa e comestível, sendo utilizada após processamento como matéria-prima na industrialização de margarinas. As fibras localizadas no pecíolo e ráquis apresentam características favoráveis à indústria de papel. O palmito é comestível.

Veja mais notícias sobre Amazônia de A à ZM.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 23 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/