Manaus 30º • Nublado
Terça, 25 Janeiro 2022

Maniva

As folhas de mandioca são moídas e vendidas nas feiras livres e supermercados de Belém. Foto: Ronaldo Rosa

A maniva é a folha moída da mandioca (Manihot esculenta Crantz) que na culinária paraense é ingrediente principal de um dos pratos mais apreciados na região – a maniçoba. Ainda pouco conhecida Brasil afora, a maniçoba é presença obrigatória em muitos lares paraenses no tradicional almoço do círio, sempre no segundo domingo de outubro.

A maniçoba é bem parecida com a feijoada, mas no lugar do feijão, usa-se a folha da mandioca moída (maniva) que deve cozinhar por ao menos sete dias. Esse ritual perfuma a cidade no mês de outubro e tem uma razão muito importante. A espécie Manihot esculenta Crantz que pode ser a mandioca, a macaxeira (mandioca mansa, aipim), ou mesmo a maniçobeira, outra variedade da qual se aproveita somente as folhas, possui alto teor de ácido cianídrico, ou seja, o veneno cianeto, e precisa desse tempo cozimento para ser eliminado e assim, seguro ao consumo humano.

Essa iguaria gastronômica desafia os consumidores pelo tempo e cuidados com o preparo, e também pela aparência, de um verde escuro que pode causar estranhamento aos visitantes. Mas o sabor forte e inconfundível certamente vai conquistar os que se aventurarem em desbravá-la. 


Com informações da Embrapa

Veja mais notícias sobre Amazônia de A à ZM.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 25 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/