Manaus 30º • Nublado
Terça, 04 Outubro 2022

Cupuaçu

Foto: Reprodução/Prefeitura de Belém

O cupuaçu (Theobroma grandiflorum) é uma das frutas mais populares da Amazônia e vem sendo implantada comercialmente também no sudeste da Bahia. Medindo até 25cm e pesando entre 1 kg a 2,5 kg,a fruta possui 30% de polpa e cerca de 35 sementes. A origem do nome deriva do Tupi (kupu significa "que parece com cacau" e uasu é "grande").

Apresenta três variedades: cupuaçu-redondo (extremidade arredondada, pesando em média 2,5 kg, o mais comum); cupuaçu-manorama (extremidade alongada, pesando em média 2,5 kg) e cupuaçu-mamau (não apresenta sementes, formato redondo).

O cupuaçuzeiro é uma árvore que chega a medir até oito metros de altura e tem como maiores produtores o Acre, Amazonas, Pará, Rondônia e Maranhão. Em média, cada planta produz de 30 a 40 frutas por ano, de cor castanho-escura. É frequente também ser cultivado em pequenas propriedades rurais, de agricultura familiar. 

O fruto está presente na indústria alimentícia e cosmética. A polpa do cupuaçu possui sabor ácido, sendo rico em fito-nutrientes antioxidantes como as vitaminas A e C, além de fósforo, fibra e vitaminas B1, B2 e B3. Seu uso culinário pode ser utilizado no preparo de sorvetes, sucos, geleias, doces, musses, bombons, balas, biscoitos e iogurtes. 

No caso das sementes, depois de secas, são usadas na fabricação de chocolate branco ou "cupulate". Além disso, a casca é usada como adubo orgânico, por ser bastante dura. Suas folhas são utilizadas na medicina tradicional, como calmantes, que proporcionam sensação de alívio aos sintomas de bronquites e infecções renais.

Veja mais notícias sobre Amazônia de A à ZC.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 04 Outubro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/