Meio Ambiente

Acre celebra redução do desmatamento

Os órgãos de comando e controle têm intensificado as ações de monitoramento desde o início do verão amazônico

Portal Amazônia, com informações da Agência Acre

jornalismo@portalamazonia.com


Os últimos dados sobre redução do desmatamento na região foram divulgados pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) na segunda quinzena de agosto. No apanhado geral, o desmatamento na Amazônia apresentou redução de 21%. Os números apontam resultado positivo para as políticas públicas implementadas no Acre. A redução no estado, de agosto de 2016 a julho de 2017, foi de 32%. O levantamento faz uma comparação com o período anterior: 2015/2016.

“Esses números são positivos, mas ainda indicam que precisamos melhorar os resultados. No período de um ano nossas florestas ainda sofreram degradação de 0,91%. Quando comparamos a outros estados, percebemos que nossas políticas de preservação têm surtido os efeitos esperados”, disse Edegard de Deus, secretário de Meio Ambiente do Acre.

 

 

 

Foto: Pedro Devani/Secom

 


Fiscalização

Os órgãos de comando e controle têm intensificado as ações de monitoramento desde o início do verão amazônico. O resultado disso reflete no número de autuações, apreensões e prisões realizadas nos últimos meses.

O Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) já superou a marca de R$ 500 mil em multas aplicadas. As operações têm sido realizadas em parceria com as polícias Militar, Civil e Federal, Corpo de Bombeiros e Ibama.

 

 

 

Foto: Cedida BPA

 

 

 

 

 

“Temos atuado em parceria com instituições públicas de todas as esferas. O trabalho segue em todas as regionais, com a identificação dos locais que requerem maior atenção. A fiscalização é contínua e nossas equipes estarão em campo com força total até que a situação esteja controlada”, disse Paulo Viana, diretor-presidente do Imac.

Dia da Amazônia

A data em que se comemora o Dia da Amazônia, 5 de setembro, foi estabelecida em alusão ao dia da criação da província do Amazonas, em 1850,  e quer chamar a atenção da sociedade para  a preservação do maior bioma tropical do mundo e dos recursos naturais.

Com uma área de aproximadamente 5,5 milhões de quilômetros, a Amazônia Legal cobre grande parte dos territórios dos estados do Norte do Brasil. Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins reúnem uma densa floresta e rica fauna e flora. São 7 milhões de quilômetros de bacia hidrográfica. O maior rio em extensão do mundo, o Amazonas, banha dezenas de cidades da região até desaguar no oceano.

“A Amazônia é uma das maiores riquezas do planeta e o mundo inteiro precisa preserva-la. Nós temos mais de 4 milhões de pessoas morando e cuidando dessa região. Os olhos do capital estrangeiros estão virados para cá e isso precisa ser explorado de maneira sustentável e melhorando a vida dessa população”, disse o governador do Acre, Tião Viana.




Meio Ambiente

Acre celebra redução do desmatamento

Os órgãos de comando e controle têm intensificado as ações de monitoramento desde o início do verão amazônico

Portal Amazônia, com informações da Agência Acre

jornalismo@portalamazonia.com


Os últimos dados sobre redução do desmatamento na região foram divulgados pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) na segunda quinzena de agosto. No apanhado geral, o desmatamento na Amazônia apresentou redução de 21%. Os números apontam resultado positivo para as políticas públicas implementadas no Acre. A redução no estado, de agosto de 2016 a julho de 2017, foi de 32%. O levantamento faz uma comparação com o período anterior: 2015/2016.

“Esses números são positivos, mas ainda indicam que precisamos melhorar os resultados. No período de um ano nossas florestas ainda sofreram degradação de 0,91%. Quando comparamos a outros estados, percebemos que nossas políticas de preservação têm surtido os efeitos esperados”, disse Edegard de Deus, secretário de Meio Ambiente do Acre.

 

 

 

Foto: Pedro Devani/Secom

 


Fiscalização

Os órgãos de comando e controle têm intensificado as ações de monitoramento desde o início do verão amazônico. O resultado disso reflete no número de autuações, apreensões e prisões realizadas nos últimos meses.

O Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) já superou a marca de R$ 500 mil em multas aplicadas. As operações têm sido realizadas em parceria com as polícias Militar, Civil e Federal, Corpo de Bombeiros e Ibama.

 

 

 

Foto: Cedida BPA

 

 

 

 

 

“Temos atuado em parceria com instituições públicas de todas as esferas. O trabalho segue em todas as regionais, com a identificação dos locais que requerem maior atenção. A fiscalização é contínua e nossas equipes estarão em campo com força total até que a situação esteja controlada”, disse Paulo Viana, diretor-presidente do Imac.

Dia da Amazônia

A data em que se comemora o Dia da Amazônia, 5 de setembro, foi estabelecida em alusão ao dia da criação da província do Amazonas, em 1850,  e quer chamar a atenção da sociedade para  a preservação do maior bioma tropical do mundo e dos recursos naturais.

Com uma área de aproximadamente 5,5 milhões de quilômetros, a Amazônia Legal cobre grande parte dos territórios dos estados do Norte do Brasil. Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins reúnem uma densa floresta e rica fauna e flora. São 7 milhões de quilômetros de bacia hidrográfica. O maior rio em extensão do mundo, o Amazonas, banha dezenas de cidades da região até desaguar no oceano.

“A Amazônia é uma das maiores riquezas do planeta e o mundo inteiro precisa preserva-la. Nós temos mais de 4 milhões de pessoas morando e cuidando dessa região. Os olhos do capital estrangeiros estão virados para cá e isso precisa ser explorado de maneira sustentável e melhorando a vida dessa população”, disse o governador do Acre, Tião Viana.



TAG AcreRio Brancoqueimadas