Publicidade

Arte

Home > Cultura > null

Artista plástico amazonense Óscar Ramos morre aos 80 anos, em Manaus

O artista é reconhecido como um dos principais nomes das artes visuais no Amazonas e já trabalhou com grandes nomes da música brasileira

Portal Amazônia, com informações do G1 Amazonas

jornalismo@portalamazonia.com


O artista plástico e curador amazonense Óscar Ramos morreu, na manhã desta quinta-feira (13), aos 80 anos, em Manaus. O artista é reconhecido como um dos principais nomes das artes visuais no Amazonas.

 

A Prefeitura informou que ele estava internado desde o dia 5 de junho no Hospital Beneficente Portuguesa, onde deu entrada com quadro de Acidente Vascular Cerebral (AVC). Conforme o Boletim Médico emitido na manhã de quarta-feira (12), o estado de saúde de Óscar era estável, de acordo com a Prefeitura de Manaus.

 

Foto: Marinho Ramos/Semcom

Um dos principais nomes das artes visuais do Amazonas, Óscar possui uma longa trajetória composta por trabalhos como designer gráfico, diretor de arte, pintor, poeta e cenógrafo, tendo produzido trajetória brilhante nas artes plásticas e no cinema profissional e premiado nos principais festivais brasileiros.

 

O artista já realizou trabalhos com grandes nomes da música brasileira, assinando capas de discos de Caetano Veloso, Maria Bethânia, Gilberto Gil e Gal Costa. Antes de ser internado, Óscar desenvolvia projetos de curadoria no Museu da Cidade de Manaus, no Paço da Liberdade.

 

     
Arte

Artista plástico amazonense Óscar Ramos morre aos 80 anos, em Manaus

O artista é reconhecido como um dos principais nomes das artes visuais no Amazonas e já trabalhou com grandes nomes da música brasileira

Portal Amazônia, com informações do G1 Amazonas

jornalismo@portalamazonia.com


O artista plástico e curador amazonense Óscar Ramos morreu, na manhã desta quinta-feira (13), aos 80 anos, em Manaus. O artista é reconhecido como um dos principais nomes das artes visuais no Amazonas.

 

A Prefeitura informou que ele estava internado desde o dia 5 de junho no Hospital Beneficente Portuguesa, onde deu entrada com quadro de Acidente Vascular Cerebral (AVC). Conforme o Boletim Médico emitido na manhã de quarta-feira (12), o estado de saúde de Óscar era estável, de acordo com a Prefeitura de Manaus.

 

Foto: Marinho Ramos/Semcom

Um dos principais nomes das artes visuais do Amazonas, Óscar possui uma longa trajetória composta por trabalhos como designer gráfico, diretor de arte, pintor, poeta e cenógrafo, tendo produzido trajetória brilhante nas artes plásticas e no cinema profissional e premiado nos principais festivais brasileiros.

 

O artista já realizou trabalhos com grandes nomes da música brasileira, assinando capas de discos de Caetano Veloso, Maria Bethânia, Gilberto Gil e Gal Costa. Antes de ser internado, Óscar desenvolvia projetos de curadoria no Museu da Cidade de Manaus, no Paço da Liberdade.

 

     

TAG artista oscar ramosmorre oscar ramososcar ramos