Publicidade

Variedades

Home > Cultura > null

Aprenda a fazer Curimatã Assado na bananeira

Que tal um delicioso assado na folha da bananeira acompanhado de um vinagrete para o almoço dessa semana?

Portal Amazônia, com informações do livro "Dieta Amazônica: Saúde e Longevidade"



Foto: Reprodução/ Fernando Moraes
MANAUS - O peixe assado na folha de bananeira é muito usado pelos amazônida, incluindo o curimatã, que tem um sabor exótico bastante agradável. No caso do curimatã, ele serve para assar já que tem muita espinha, o que dificulta o seu preparo e consumo de outra maneira. Já a folha de bananeira é ideal para fazer o assado por te na sua composição uma celulose que não a torna porosa, o que possibilita assim a manutenção de toda a composição nutricional e sabor do peixe.Como fazer Para preparar este prato, limpe os peixes e lave com bastante limão. Passe sal dos dois lados e ajeite cada peixe em uma folha de bananeira, enrolando-o em seguida. É claro que a folha da bananeira deve ter sido lavada e seca previamente. Leve para assar na brasa, virando depois de 5 a 10 minutos, conforme a folha da bananeira for escurecendo. Sirva com farinha, pimenta ou ainda tucupi temperado com pimenta.
Depois de assar o peixe, se quiser, retire a folha da bananeira seca e sirva o peixe sobre uma folha nova e verde, untada com azeite de oliva ou outro óleo vegetal. Se não tem acesso acesso as folhas da bananeira asse o peixe em uma forma untada com uma colher de azeite de oliva coberta por papel alumínio nos primeiro 10 minuto. Posteriormente retire o papel e coloque limão para dourar o peixe até ficar pronto (aproximadamente 40-50 minutos a 180°C).
Esse prato pode ser acompanhado pela farinha de mandioca torrada e por um molho vinagrete. Para fazer o vinagrete corte os tomates em pequenos cubos, a cebola em pedaços bem pequenos (lave bem para diminuir o seu gosto forte). Corte também o cheio verde bem picadinho. Se quiser, coloque um pouco de coentro bem picadinho em menor quantidade.
Ingredientes
Assado
1kg de filé de peixe ou peixes inteiros de escamas (pacu, branquinha, sardinha, jaraqui, curimatã)
Sal e limão a gosto
Folhas de bananeira
Vinagrete
3 tomates grandes
½ colher de chá de açúcar
Uma pitada de sal
½ cebola branca
Cheiro verde a gosto
Coentro a gosto
4 colheres de sopa de óleo de oliva
8 colheres de sopa de vinagre de vinho branco
Indicação
O peixe assado na folha de bananeira pode ser consumido de modo irrestrito por crianças, adultos e idosos, por pessoas saudáveis ou com algum distúrbio na saúde. Além de ser rico em proteínas e ácidos graxos poliinsaturados, que são benéficos ao organismo, o acompanhamento com o molho vinagrete fornece um complemento de proteínas, sais mineirais e compostos bioativos, com destaque para o licopeno, presente no tomate e a quercitina, presente na cebola. O cheiro verde contribui com as vitaminas A, C, B1, B2 e com cálcio.*As informações são do livro “Dieta Amazônica: Saúde e Longevidade”, de Euler Esteves Ribeio e Ivana Beatrice Mânica da Cruz
Variedades

Aprenda a fazer Curimatã Assado na bananeira

Que tal um delicioso assado na folha da bananeira acompanhado de um vinagrete para o almoço dessa semana?

Portal Amazônia, com informações do livro "Dieta Amazônica: Saúde e Longevidade"



Foto: Reprodução/ Fernando Moraes
MANAUS - O peixe assado na folha de bananeira é muito usado pelos amazônida, incluindo o curimatã, que tem um sabor exótico bastante agradável. No caso do curimatã, ele serve para assar já que tem muita espinha, o que dificulta o seu preparo e consumo de outra maneira. Já a folha de bananeira é ideal para fazer o assado por te na sua composição uma celulose que não a torna porosa, o que possibilita assim a manutenção de toda a composição nutricional e sabor do peixe.Como fazer Para preparar este prato, limpe os peixes e lave com bastante limão. Passe sal dos dois lados e ajeite cada peixe em uma folha de bananeira, enrolando-o em seguida. É claro que a folha da bananeira deve ter sido lavada e seca previamente. Leve para assar na brasa, virando depois de 5 a 10 minutos, conforme a folha da bananeira for escurecendo. Sirva com farinha, pimenta ou ainda tucupi temperado com pimenta.
Depois de assar o peixe, se quiser, retire a folha da bananeira seca e sirva o peixe sobre uma folha nova e verde, untada com azeite de oliva ou outro óleo vegetal. Se não tem acesso acesso as folhas da bananeira asse o peixe em uma forma untada com uma colher de azeite de oliva coberta por papel alumínio nos primeiro 10 minuto. Posteriormente retire o papel e coloque limão para dourar o peixe até ficar pronto (aproximadamente 40-50 minutos a 180°C).
Esse prato pode ser acompanhado pela farinha de mandioca torrada e por um molho vinagrete. Para fazer o vinagrete corte os tomates em pequenos cubos, a cebola em pedaços bem pequenos (lave bem para diminuir o seu gosto forte). Corte também o cheio verde bem picadinho. Se quiser, coloque um pouco de coentro bem picadinho em menor quantidade.
Ingredientes
Assado
1kg de filé de peixe ou peixes inteiros de escamas (pacu, branquinha, sardinha, jaraqui, curimatã)
Sal e limão a gosto
Folhas de bananeira
Vinagrete
3 tomates grandes
½ colher de chá de açúcar
Uma pitada de sal
½ cebola branca
Cheiro verde a gosto
Coentro a gosto
4 colheres de sopa de óleo de oliva
8 colheres de sopa de vinagre de vinho branco
Indicação
O peixe assado na folha de bananeira pode ser consumido de modo irrestrito por crianças, adultos e idosos, por pessoas saudáveis ou com algum distúrbio na saúde. Além de ser rico em proteínas e ácidos graxos poliinsaturados, que são benéficos ao organismo, o acompanhamento com o molho vinagrete fornece um complemento de proteínas, sais mineirais e compostos bioativos, com destaque para o licopeno, presente no tomate e a quercitina, presente na cebola. O cheiro verde contribui com as vitaminas A, C, B1, B2 e com cálcio.*As informações são do livro “Dieta Amazônica: Saúde e Longevidade”, de Euler Esteves Ribeio e Ivana Beatrice Mânica da Cruz

TAG