Saiba quais são os deveres do turista para proteger as florestas

Além da diversão, o turista precisa lembrar que também é responsável pela preservação dos locais que visita.

Viajar é uma delícia, relaxante e empolgante, não é mesmo? Mas enquanto turista é preciso lembrar que além da diversão, também existem deveres e responsabilidades, principalmente no que diz respeito à proteção de áreas como praias e florestasO alerta é do Ministério do Turismo (MTur), que informa que o turismo de natureza é um segmento forte e consolidado no país. 

Quer saber como você pode ser um turista que protege a floresta? Confira algumas dicas:

Tefé (AM). Foto: Ana Claudia Jatahy/MTur Destinos

Conservação

Recolher o próprio lixo, utilizar menos plásticos, não desperdiçar água, não acampar em locais indevidos ou não poluir o ambiente de maneira geral são ações que devem ser mantidas de forma constante. O turista responsável também precisa ter em mente que a floresta é a casa dos animais e das plantas. Portanto, quando for observá-los, faça silêncio, não se aproxime caso não seja autorizado e não os alimente, apenas se isso for autorizado de forma adequada.

Para as plantas, não é recomendado arrancá-las ou degradá-las. Leve da natureza apenas fotos, boas recordações e lembre-se que esse ambiente vai proporcionar uma experiência maravilhosa a você e a quem vier desbravar o Brasil no futuro.

Leia também: Lei que pune quem explora ou faz uso comercial de animais silvestres completa 15 anos

Respeitar tradições

O destino que você vai conhecer será um local de passagem, mas também é a casa de muitos outros seres humanos. Por isso, é importante respeitar as tradições e os costumes de quem mora no local turístico, como comunidades quilombolas e indígenas. 

Honre essas pessoas e incentive o trabalho turístico feito por elas. Além de perpetuar a cultura brasileira, você apoiará na conservação das florestas, uma vez que muitos desses povos mantém viva a tradição de um trabalho de preservação pulsante.

Para ajudar, o MTur disponibiliza duas iniciativas: o Mapa do Turismo Responsável e o projeto Experiências do Brasil Original

Contratar quem é regularizado

Desbravar a natureza é muito bom, mas fica ainda melhor quando o viajante faz isso de forma segura. Por isso, o turista deve contratar empresas de ecoturismo que seguem normas técnicas de segurança e que sejam legalizadas por meio do Cadastur, o cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor de turismo.

O Cadastur é executado pelo MTur em parceria com os órgãos oficiais de turismo nos 26 estados e no Distrito Federal. Pessoas e locais que trabalham de forma especializada e que contam com o Cadastur trazem mais segurança à experiência turística, estando aptas a exercer suas atividades. O cadastro é obrigatório para acampamentos turísticos; agências de turismo; guias de turismo; meios de hospedagem; organizadores de eventos; parques temáticos; e transportadoras turísticas.

Valorizar quem cuida da natureza

Estar em contato com o meio ambiente se torna uma experiência ainda mais marcante em destinos que cuidam da natureza. Para conhecer melhor iniciativas focadas em sustentabilidade, o Ministério do Turismo disponibiliza duas ferramentas. Conhça: Mapa Brasileiro do Turismo Responsável e  Mapa do Turismo Sustentável no Brasil.

*Com informações do Ministério do Turismo

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

‘Aurora Luzitana’: livro revela história dos portugueses maçônicos no Amazonas

Em mais de 400 páginas, com um exclusivo acervo de imagens, Abrahim Baze revela grande parte da história dos maçons lusitanos no Amazonas.

Leia também

Publicidade