Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quinta, 13 Mai 2021

Festival de Ópera completa 20 anos com programação especial

A programação vai trazer ao público trechos de composições de Carlos Gomes, Gershwin, Puccini, Mozart e Verdi, entre outros 

Festival Floresta Dança é adiado para junho; confira novo cronograma

A primeira edição do evento será realizada integralmente em formato virtual e suas ações serão transmitidas pelo Youtube e redes sociais

Sons indígenas: ouça músicas tradicionais de indígenas da Amazônia Internacional

A música é uma das principais formas de expressão usadas pelo ser humano.

Quando a música virou tortura

Tudo isso não é tão distante do Brasil como parece.

Professor da UEA lança álbum 'José Maurício Nunes Garcia (1767-1830) Integral para tecla e canto'

Obra conta com 41 faixas gravadas no Pianoforte "Grandpiano Muzio Clementi"

Cantora Marcella Bártholo lança EP nesta sexta-feira

No novo EP, a artista diz que o público pode esperar músicas dançantes e com referências de grandes divas pop

Após passar por traqueostomia, Zezinho Corrêa segue internado em Manaus

O cantor foi internado com Covid-19 no dia 5 de janeiro, após sentir febres e dores no corpo no dia anterior

Alexandre Magno, do grupo Amada, lança single e clipe de 'Eita Nega'

O clipe tem a participação da bailarina Taynah Lima e foi dirigido pelo realizador audiovisual Matheus Mota

Sesc Partituras traz apresentação gratuita em Manaus

O evento visa difundir arte na cidade e receber contribuições de compositores e pesquisadores, para anexar a maior coleção de partituras gratuitas exclusivamente de autores brasileiro

Banda ‘Los Matrinxãs’ realiza live na Vila Vagalume nesta quarta-feira

Após dois anos de atividade cultural através da música regional, a banda Los Matrinxãs, resolveu apresentar o seu trabalho para um público maior

Em Manaus, Sarau explora a vida e obra de Pixinguinha

Durante o sarau, o maestro Célio Vulcão, diretor do espetáculo de 25 anos de carreira da cantora Lucilene Castro, vai apresentar algumas das principais composições de Pixinguinha

Exposição e apresentações artísticas marcam projeto Círio na Estação 2020

O objetivo é oferecer uma programação diferenciada aos devotos, já que a 228ª edição do Círio não será realizada de forma não tradicional

Gramophone apresenta live na Casa Criativa Vila Vagalume 80

A banda divide o show com os artistas Ramon Marola, Andreas Dominique, Marcela Paiva e Victor Felix.

Confira as lives do fim de semana na ‘Agenda Virtual’

A iniciativa tem o objetivo de divulgar os shows e projetos que os artistas amazonenses estão realizando durante o período de distanciamento social

Sesc Amazonas abre inscrições para 40º Festival de Calouros

Os 24 escolhidos passarão, obrigatoriamente, por oficinas de expressão corporal e técnica vocal, sendo divididos em dois grupos de 12 cada

Cantora Hêmilly Lira relembra clássicos da toada no show #TBTBoi-Bumbá

A quinta-feira nas redes sociais ficou conhecida como o dia para postar foto com o #TBT. A famosa hashtag da última quinta-feira do ano, sim o ano de 2019 passou voando (Graças a Deus), e vamos relembrar ao som de toadas clássicas no show #TBTBoi-Bumbá da cantora Hêmilly Lira, com participações de Zezinho Corrêa, P.A. Chaves e a DJ Layla Abreu. O show será nesta quinta-feira (26), às 21h, no Curupira Mãe do Mato, localizado na Av. Sete de Setembro, 1710, Centro. A entrada é no valor de R$ 15.



Foto: Divulgação


A cantora Hemilly Lira aproveitou o ano de 2019 em uma das fases mais importantes da vida: a maternidade. E planejou voltar as palcos cantando algo que relembra quem é e de onde vem. "O Boi-Bumbá é tão meu sangue que muitas vezes choro de emoção quando escuto. Esse show é para brincarmos de boi-bumbá e ser feliz curtindo nossa cultura. Ao meu lado vou reunir só gente que eu amo e admiro: Zezinho, P.A. Chaves, Layla Abreu, meus amigos e meus fãs", explica.



O cantor P.A. Chaves afirma que está empolgado para o show. "Temos uma amizade e parceria desde o início da carreira no Boi e vamos fazer um lindo show", diz.



Hêmilly convida o público a prestigiar o show e o finzinho de 2019. "Quero agradecer aqueles que acreditam no meu trabalho. Vamos celebrar a ida de 2019 que cumpriu o seu papel e emanar energias positivas para ficarmos ricos na Mega da Virada", brinca.

Kduo, Edinho Ramalho e Julia Carvalho agitam a programação musical de shopping em Manaus

A programação musical do Millennium Shopping promete agradar os frequentadores. Nesta semana, o centro de compras recebe a banda de rock Kduo e a cantora Júlia Carvalho. Os shows são gratuitos e acontecem sempre na praça de alimentação. No sábado (7), é a vez do público comemorar o aniversário do shopping com o show de Edinho Ramalho, cover do músico paraibano Zé Ramalho.




Nesta sexta-feira (6), das 12h00 às 14h00, o almoço happy hour do Millennium Shopping será comandado pela Kduo Rock. Formada pela dupla Caique Yan e Abner Kalebe, a banda foi vencedora do Projeto Webclipe e, recentemente, gravou seu primeiro clipe profissional, com a participação especial da cantora Marcella Bártholo, que estava de passagem por Manaus e atendeu ao convite dos músicos, que são fãs do seu trabalho. A banda também participou do  Festival Manifest, com a música autoral "Pra Sempre”.



Foto: Divulgação




No sábado (7), a partir das 16h, o Millennium Shopping celebra os seus 15 anos com um evento especial, com direito a bolo de aniversário, onde os clientes serão convidados a brindar e cantar parabéns para o empreendimento.  Em seguida, acontecerá o show do Edinho Ramalho, que traz um repertório com canções como Chão de Giz, Admirável Gado Novo, Garoto de Aluguel, Entre a Serpente e a Estrela, e Avôhai.




No domingo (8), das 17h às 19h, quem sobe no palco do Millennium Shopping é a amazonense Júlia Carvalho, com um repertório dançante e recheado com sucessos da música popular brasileira, sertanejo e pop, que promete fazer todo mundo cantar junto. A cantora iniciou sua carreira musical na igreja aos 11 de idade, por influência e dom herdado de sua família composta por músicos.


Primeira Festa Literária de Bragança abre oficialmente com arte e música

A Festa Literária de Bragança iniciou nesta quarta-feira (04), com o peso do novo conceito da 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes que, além de abrir espaço para a literatura, fomenta a oralidade como um importante instrumento de luta e resistência.


“Seguimos a orientação do Governador que diz ‘não é só Belém que tem cultura, tem cultura em todo o Estado’, e levamos ações do livro e leitura para Altamira, Parauapebas, Marabá, Santarém e agora chegamos à Bragança, já planejando espraiar para o Marajó e Sul do Pará, pois entendemos que as pessoas de todo o Estado não precisam se deslocar para Belém para ter acesso”. Foi assim que Júnior Soares, diretor de Cultura da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), justificou o evento que ocorrerá até o dia 08 de dezembro, no Liceu da Música de Bragança.


Foto: Divulgação


De acordo com a secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal, além de Belém, Marabá e Santarém, a Festa Literária em 2019 também chegou aos municípios de Parauapebas (no sudeste do Estado) e agora em Bragança (no nordeste paraense). “Queremos fazer um evento à altura da expectativa dos paraenses e, ao mesmo tempo, chegar ao máximo de municípios que pudermos, levando arte e cultura para todo o Pará”, declarou.




Programação



Baseada em recortes curatoriais, a agenda traz, em quatro dias, temáticas abalizadas em questões sobre mulheres, negros, indígenas, entre outros. Na quinta-feira (05), por exemplo, programação estará voltada para o universo LGBTQIA+ e para as vozes urbanas, enquanto que na sexta-feira (06) serão as vozes do imaginário. Cada dia terá um foco diferente.


De acordo com Denis Giroto Brito, professor e escritor, a Festa Literária representa uma conquista. “O sonho do povo bragantino finalmente está sendo realizado. A gente só deseja que todos abracem essa iniciativa e lutem para que ela ganhe a cada vez mais força. Venham e tragam sua família para participar da festa”, afirmou.


A programação acontece em espaços como a “Arena Multivozes” - onde ocorrerão palestras, debates e rodas de conversas com autores locais e nacionais. No prédio do Liceu, estão ocorrendo as oficinas oferecidas pela Fundação Cultural do Pará, além da feira de economia criativa, shows musicais, apresentações culturais, entre outros.


Mudanças


A 23ª edição da Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes passou por diversas reformulações para torná-la mais inclusiva e uma das principais foi o recorte curatorial específico na programação - proposta que foi replicada para as Festas Literárias - já que o evento se configura como um espaço de luta e construção de identidades para um lugar de fala.


Para garantir que essas vozes sejam compreendidas por todos, haverá intérprete de libras em todas as palestras e rodas de conversas. Técnicos da Universidade Federal do Pará auxiliarão as pessoas com deficiência auditiva durante a programação, para que a inclusão ocorra de fato.


A Festa Literária de Bragança é uma realização do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), em parceria com a Associação Sociocultural e Recreativa de Bragança (Ascubra) e apoio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Fundação Cultural do Pará, UFPA - Campus Bragança e Universidade do Estado do Pará (Uepa), por meio do Liceu de Música de Bragança, integrando as políticas públicas de fomento ao livro, à leitura e à difusão das linguagens e expressões culturais e artísticas.

Mostra de música em Macapá reúne 10 obras inéditas compostas por artistas locais

Para enaltecer e homenagear a música produzida no Amapá, o 16º Sescanta terá a apresentação das 10 canções que compõem esta edição na sexta-feira (6). Serão apresentadas as músicas inéditas escritas e interpretadas por artistas locais, que foram selecionados nas etapas do projeto.




Também fazem parte do setlist obras que marcaram a história do estado. A mostra acontece no Sesc Araxá, na Zona Sul de Macapá.


Foto: Divulgação


A noite de festa reúne nomes já conhecidos do público, como Osmar Júnior, assim como novos talentos. Paulo Bastos, cantor e compositor, será homenageado pela contribuição artística e dedicação pela cultura do estado.




Para participar do evento, o interessado deverá levar um quilo de alimento não perecível. As doações serão entregues a entidades sociais do estado.



Confira as músicas inéditas que serão apresentadas:



Ancorada - intérprete: Brenda Melo
Areia do Mar - intérprete: Tamar Hadassa Oliveira
Carpideira - intérpretes: Osmar Júnior e Bruno Muniz
Corpo Capim - intérprete: Fábio Pontes
Depressão - intérprete: Carla Adriana
Umbigo da Terra - intérprete: Ademir Pedrosa
Menestrel do Laguinho - intérprete: Chermont Júnior
Não sou obrigado - intérprete: Dimisson Monper
Prisma da Paixão - intérprete: Nice Sales
Zeca - intérprete: Aroldo Pedrosa

Projeto “Manaus ao Luar” reúne feras das toadas no Balneário do Sesc

O Sesc am, com o apoio da Rede Amazônica, realiza mais uma edição do Manaus ao Luar. O evento acontece no dia 08 de novembro, a partir das 19h, no Balneário do Sesc, no Campos Elíseos, zona Centro-oeste de Manaus. Os artistas terão a missão de fazer o público dançar ao som de muita toada.

 
A música ficará por conta dos cantores Canto da Mata, Israel Paulain e Zezinho Corrêa, além das participações especiais, da Marujada de Guerra, da Batucada do Garantido e também Garantido Show, agitando a noite de luar.

 
O evento é aberto ao público, e os ingressos para o show poderão ser adquiridos por meio da doação de um quilo de alimento não perecível, que serão destinados às instituições atendidas ou cadastradas pelo programa Mesa Brasil do Sesc AM. Os alimentos deverão ser entregues no dia do evento e, no momento da entrega, cada participante receberá a pulseira de acesso.

Foto: Divulgação
 
A programação também contará com um concurso de frases de exaltação à lua e funciona da seguinte maneira: A equipe de recreação do Sesc AM irá entregar fichas para o público presente e cada pessoa interessada em concorrer irá escrever sua frase e, em seguida, entregar aos organizadores.

O material será avaliado por um júri e as três melhores frases serão premiadas O Manaus ao Luar tem o objetivo de oferecer uma programação musical e recreativa. O encontro ocorre sempre em ambiente aberto enaltecendo a iluminação lunar.