Em Manaus, são 576 casos suspeitos notificados de sarampo, diz Semsa

Nesta terça-feira (23), a Sala de Situação de Vigilância em Saúde divulgou o 11º Informe Epidemiológico de Monitoramento do Sarampo, onde em Manaus, já foram registrados 576 casos suspeitos da doença, ou seja, 119 notificações a mais em relação ao último informe divulgado no dia 15 de maio. Das notificações, 30 casos foram confirmados, 53 descartados e 493 aguardam o resultado dos exames laboratoriais.

A maioria dos casos continuam em crianças de até 5 anos de idade, ao todo, 55,73% dos casos suspeitos; seguido de 21,53% na faixa etária de 6 a 19 anos; 12,15% entre pessoas de 20 a 29 anos; 9,55% na faixa etária de 30 a 49 anos; e 1,04% em pessoas com idade superior a 50 anos.

Segundo a enfermeira Marinélia Ferreira Martins, diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae/Semsa), as ações de combate ao sarampo continuam sendo intensificadas.

“A decisão neste momento é para fortalecer as ações de prevenção em locais de maior aglomeração de pessoas nessa faixa etária, incluindo a oferta da vacina em escolas municipais e estaduais, em universidades e outras instituições. O público alvo são crianças de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias e a campanha já atingiu 72,73% desse público”, disse.

Sobre o Informativo

O Informe Epidemiológico do Monitoramento de Casos Suspeitos de Sarampo em Manaus é divulgado toda terça-feira pela Sala de Situação de Vigilância em Saúde, composta por representantes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM) e da Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD). 

Saiba mais

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Nova espécie de peixe única no mundo é descoberta na Amazônia peruana

O IIAP, em coordenação com as autoridades peruanas, implementa medidas de controle para garantir sua conservação efetiva.

Leia também

Publicidade