Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quinta, 04 Junho 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

Hospital particular de Manaus testa uso de fisioterapia respiratória precoce no tratamento do Covid-19

O Hospital Samel publicou nas redes sociais na tarde desta terça-feira, (31), que dois pacientes que estavam se tratando do novo coronavírus receberam alta hospitalar. Para as pessoas diagnosticadas com o covid-19, uma equipe médica desenvolveu uma fisioterapia precoce no tratamento da doença.

De acordo com o diretor técnico dos Hospitais Samel, Dr. Daniel Fonseca, a equipe montou um comitê com diversas especializadas, como por exemplo, médicos, fisioterapeutas e enfermeiros, com o objetivo de atender todos os casos do novo coronavírus.

Para ajudar os pacientes, a equipe começou a aplicar uma fisioterapia respiratória mais precoce. O objetivo é evitar que as pessoas fiquem mal e deem entrada na UTI. "A fisioterapia já está dando resultado, pois, evita que os pacientes venham entrar em uso de ventilação mecânica. Criamos uma espécie de casulo, no qual podemos fazer o uso da ventilação não-evasiva", afirmou diretor técnico.

Fonseca destacou que a triagem no hospital é feita de forma minuciosa. "Todos os exames, incluindo, a parte de vitaminas e eletrólitos são coletados na entrada do paciente, afim de que ele possa iniciar o tratamento, tanto com hidroxicloroquina, azitromicina, reposição de zinco, vitamina D e C", explicou.

Além de ajudar os pacientes, a estrutura também impede que a equipe médica seja infectada pelo covid-19. "É uma estrutura leve, mas que protege todo mundo. E, conseguimos resultados positivos com o uso desse método", disse o médico.

Foto: Divulgação/Samel

Casos no Amazonas

O governo do estado divulgou uma nova atualização na tarde desta terça-feira (29) das informações sobre o novo coronavírus no Amazonas. De acordo com os dados, a região amazonense soma 175 casos do covid-19. Até o momento, três pessoas foram a óbito, todos pacientes do sexo masculino.

De acordo com a Fundação em Vigilância de Saúde do Amazonas (FVS/AM), dos 175 pacientes confirmados, 12 estão em estado grave. Dos infectados, 24 são profissionais da área da saúde.

Há registro de casos em Manaus (159), Parintins (3), Manacapuru (4), Santo Antônio do Içá (1), Boca do Acre (1), Itacoatiara (4), Careiro da Várzea (1), Anori (1) e Novo Airão (1). O aumento entre segunda e esta terça foi de 24 contaminados.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 05 Junho 2020
No Internet Connection