Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 27 Setembro 2020

Bella Causa: parceria entre Fundação Rede Amazônica e Samsung entrega kits ao TJAM

Bella Causa: parceria entre Fundação Rede Amazônica e Samsung entrega kits ao TJAM
A campanha Bella Causa, que tem o objetivo de dar visibilidade à luta contra a violência e abuso sexual sofrido por mulheres na região Norte, é uma das ações desenvolvidas pela Fundação Rede Amazônica (FRAM), e, nesta quinta-feira (10), deu um passo importante de apoio à causa. Em parceria com a Samsung SDS, foram deixados kits lúdicos na Sala do Anjo do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), por onde passam as crianças e adolescentes vítimas de abuso, durante a escuta.

Foto:William Costa/Portal Amazônia

A ação mobilizou funcionários da Samsung SDS (braço da empresa que trabalha transporte e logística), que durante semanas arrecadaram materiais de pintura, desenho e massinhas de modelar para criação dos kits lúdicos, que foram deixados para distribuição no TJAM. Vanessa Tenório, analista de Recursos Humanos (RH), ressalta que a empresa está engajada e preocupada com causas sociais.


"A empresa [Samsung] está sempre preocupada com responsabilidade social, é o papel dela também, e nós estamos sempre com ações socais em datas como o Dia das Crianças e Natal, e essa parceria com a FRAM veio no momento certo. Abraçamos a causa, e hoje entregamos os kits", disse.



Para a secretária da FRAM, Márcya Lira, o momento não é só de deixar o registro com a entrega dos kits, mas


"É com muita satisfação que realizamos mais essa ação. Estamos, como um Grupo Rede Amazônica, preocupados com essa Bella Causa, que deve ser uma pauta diária, para falarmos da importância de não nos calarmos, e nos comprometemos, a partir dos nossos veículos de comunicação, e além de darmos voz, quando nos unimos impactamos na vida das pessoas", disse.
Foto:William Costa/Portal Amazônia

A juíza Articlina Oliveira Guimarães, titular da 2.ª Vara Especializada em Crimes Contra a Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes, e responsável pela 'Sala Anjo' do TJAM, ressaltou que a oportunidade de parceria com a FRAM e Samsung dará mais visibilidade à causa.


"É de fundamental importância, essa parceria com a FRAM, por exemplo, vai fazer com o que um tema tão importante seja divulgado, e que a informação chegue às pessoas. Muitas vezes as vítimas são vítimas porque seus familiares não estão com olhar atento para pessoas da família, e lá estão os maiores índices de abuso", conta.


Sobre a realidade dos abusos, a juíza ainda ressalta que há mudanças drásticas de comportamento e a sexualidade passa a ser mais exposta nas atitudes da criança.


"Especialmente a violência sexual, a criança muda drasticamente de comportamento, primeiro ela fica muito quieta, não quer estudar, não tem ânimo, entra em depressão, dá sinal de atitudes sexuais. Crianças de 7 ou 8 anos, geralmente não se toca, e aquela que está sendo vítima de abuso, normalmente, começa a se tocar e achar sexo natural, ela fala sobre isso com naturalidade. Os pais precisam estar atentos à esses sintomas, e não desacreditar das crianças", ressalta a juíza.

Foto:William Costa/Portal Amazônia

A juíza disse ainda, durante sua fala ao plenário, que em 2018, através do 'Disque 100', foram mais de 17 mil registros de ocorrência, e em Manaus, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas, foram 809 casos no mesmo ano.


"O TJAM tem um olhar muito especial para essa questão, tanto que são duas Varas Especializadas julgando esses casos, com mais de 1.100 processos julgados de 2018 até setembro deste ano, e ainda assim, nossa demanda ainda é altíssima”, pontua Articlina.


A Sala do Anjo é um espaço reservado à escuta e depoimento de crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de crimes contra a dignidade sexual.

Foto:William Costa/Portal Amazônia

Bella Causa


Para dar visibilidade a luta contra a violência e abuso sexual sofrido pelas mulheres, a Fundação Rede Amazônica criou o projeto 'Bella Causa'. A ideia é desenvolver uma rede de apoio que possa identificar e ajudar unidades institucionais (abrigos com meninas de até 18 anos) nos seis estados da Região Norte com presença do Grupo Rede Amazônica.


Além disso, cada Estado contará com uma rede de embaixadoras que apoiarão a causa através de ações como palestras, exposições, bazar e campanhas de divulgação. Em Manaus, por exemplo, a embaixadora escolhida foi a jornalista Mazé Mourão. Já a primeira instituição que participará do 'Bella Causa' será a Casa Mamãe Margarida, que atende jovens mulheres em situação de vulnerabilidade social.


FRAM


A Fundação Rede Amazônica é o braço institucional do Grupo Rede Amazônica, comprometida com a integração e desenvolvimento da Amazônia, com a missão de capacitar pessoas, articular parcerias e contribuir para o desenvolvimento social, ambiental e científico-tecnológico da região.



Veja mais notícias sobre Mulher.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 28 Setembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/