Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quinta, 13 Agosto 2020

Wilson Lima afirma que Secretaria da Amazônia deverá funcionar no mesmo local da Sema

Wilson Lima afirma que Secretaria da Amazônia deverá funcionar no mesmo local da Sema
A capital do Amazonas deverá abrigar a Secretaria da Amazônia, braço do Ministério do Meio Ambiente (MMA) que irá tratar de assuntos como ecoturismo, bioeconomia e exploração econômica da região. O anúncio, feito pelo ministro Ricardo Salles em entrevista à imprensa, consolida proposta que já havia sido discutida com o governador Wilson Lima na COP 25 em Madri, em novembro. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (09/01), o governador afirmou que o órgão federal irá funcionar no mesmo local da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

De acordo com o secretário estadual de Meio Ambiente, Eduardo Taveira, que integrou a comitiva do Governo do Estado na conferência da Organização das Nações Unidas (ONU), a proposta de criação da Secretaria da Amazônia surgiu como acerto para a descentralização das ações do MMA para a Amazônia.

Foto: Diego Peres/Arquivo Secom

“O ponto fundamental é que essa descentralização elegeu Manaus como uma capital dessas decisões. O que é importante nisso é que traz para o Amazonas a discussão sobre novos modelos de desenvolvimento para a região, seja pelo turismo de base comunitária, o ecoturismo, as questões dos serviços ambientais”, avalia o secretário.

Segundo o titular da Sema, a implementação da pasta federal na capital do estado permitirá ao Governo atuar de forma direta, em conjunto com o Ministério, na definição de novas diretrizes para o futuro da região.

“Em especial combatendo o desmatamento, diminuindo as queimadas, mas dando oportunidade à população do estado de gerar renda, de ganhar dinheiro, melhorar a economia e melhorar os indicadores de saúde e educação. Essa é a base do desenvolvimento sustentável e o que a gente espera dessa parceria com o Ministério, tendo a sede da Secretaria da Amazônia aqui em Manaus”, afirma.

Em sua entrevista, Ricardo Salles informou que ainda avalia os trâmites burocráticos necessários, mas que prevê a criação da pasta ainda em fevereiro. De acordo com Taveira, o Governo do Estado irá apoiar no que for possível os trabalhos para a implementação do órgão em Manaus.

Taveira avalia ainda que a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e a futura pasta do Governo Federal poderão vir a atuar de forma conjunta. “Acreditamos que o trabalho com a Secretaria vai ser integrado, uma vez que essas pautas já fazem parte do portfólio de ação da Secretaria”, assinala.

‘Coração da Amazônia’

Em entrevista ao “Valor”, Ricardo Salles anunciou a ideia de criar a nova secretaria “no coração da Amazônia, que é Manaus”. Segundo o titular do MMA, a proposta de transferir parte do pessoal hoje lotado no ministério em Brasília para trabalhar na nova secretaria, além de contratar pessoal local. Bioeconomia, ecoturismo e projetos como o de pagamento por serviços ambientais a proprietários de terra estão entre as atribuições do futuro órgão.

“O objetivo é de dar oportunidade, que não se soube dar em administrações passadas, de desenvolvimento para o resto da Amazônia nessas áreas, de biodiversidade, bioeconomia ecoturismo. Isso é fundamental”, afirmou o ministro.

O secretário estadual Eduardo Taveira assinala o fato de que a iniciativa federal “tem uma conexão não só com o Amazonas, mas com a Amazônia toda”. “Isso é o mais importante: Manaus ser vista como a capital da Amazônia e desempenhar esse papel coordenando e articulando com outros estados. É um papel também muito relevante da agenda aqui no Amazonas”, conclui ele.

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 13 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection