Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sexta, 07 Agosto 2020

Alunos do Amapá têm projeto selecionado para feira de ciências no México

Alunos do Amapá têm projeto selecionado para feira de ciências no México
O projeto de uma bomba d’água manual – desenvolvido por estudantes da rede estadual de ensino – foi selecionado para representar o Amapá na Copa Science de México 2017. Considerada uma das maiores feiras de ciências das Américas, a competição será em setembro, na cidade de Culiacan, Sinaloa. A iniciativa é de um trio de estudantes da Escola Estadual Rivanda Nazaré.

A bomba d’água manual apresenta uma alternativa para a coleta de pequenos volumes de água sem a necessidade da utilização de energia elétrica. A proposta tem fundamentação teórica baseada nos estudos sobre pressão atmosférica e Lei de Boyle, aplicadas na confecção de uma bomba d’água cuja matéria prima foi, principalmente, tubos e conexões de PVC. Baixo custo e fácil acesso são os diferenciais do projeto desenvolvido pelo trio de alunos Deivide Maciel dos Santos, Gabriela Maciel da Silva e Mônica Borges dos Santos.
Foto: Divulgação

“O equipamento tem o custo de R$ 35 para ser produzido, se o material for comprado, já que em muitos casos a pessoa pode ter partes dos tubos PVC. Focamos em um produto que atendesse a necessidade de famílias humildes, que não contam com energia elétrica em casa”, comentou o estudante Deividi dos Santos.

O projeto foi apresentado durante a Feira de Ciências e Engenharia do Amapá (Feceap) do ano passado. A iniciativa foi premiada com a credencial para representar o Estado na competição no México.

“O importante é saber que o nosso trabalho pode mudar a vida de muitas famílias positivamente, e isso me deixa muito feliz, com sentimento de deve cumprido”, revela a estudante Gabriela da Silva.

De acordo com o professor orientador Kleison Batista da Silva, a pesquisa possibilita novas oportunidades e abre novos caminhos aos alunos, como o compartilhamento de conhecimento e a vivência de novas experiências.

“Estou feliz com o resultado, pois por meio do projeto estamos contribuindo com a escola e a comunidade, incentivando as pessoas e os alunos a se envolverem com o conhecimento científico”, pontuou.

Outro projeto amapaense também foi selecionado. A iniciativa é da estudante Aira Beatriz Cardoso de Souza, aluna de instituição de ensino privada. A aluna apresentou um vaso biodegradável feito a partir de caroços de açaí. Esses vasos são embalagens ecologicamente corretas que servem de substratos quando decompostas no solo, além de não deformar as raízes das plantas. O bio vaso apresenta também grande retentor de umidade, resistência, durabilidade, boa aeração, e de baixo custo para ser produzido.

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 07 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection