Manaus 30º • Nublado
Quinta, 22 Fevereiro 2024

Startup amapaense entra no ranking de 10 melhores empreendimentos de periferias do país

O empreendedor Michael Carvalho, de 39 anos, teve a startup selecionada entre as 10 melhores do país, durante a Expo Favela Innovation Brasil. O evento aconteceu em São Paulo nos dias 1,2 e 3 de dezembro e reuniu empreendedores de periferias de todo o país.

Carvalho descreveu o interesse em participar do evento ainda na etapa local, realizada em Macapá (AP). Ele é o idealizador da 'Mazodan', sediada no município de Santana, e utiliza sedimentos para diminuir custo da construção civil e impacto ambiental.

"O nosso projeto cria novos produtos para a construção civil usando como matéria-prima rejeitos de mineração e sedimentos minerais que causam um processo de assoreamento de rios. A ideia é transformar isso tudo em produtos industrializados, de alta performance, de alta qualidade, que vão para a construção civil justamente para substituir o cimento e argamassas cimentícias", descreveu.

Michael Carvalho durante a Expo Favela Amapá. Foto: Michael Carvalho/Arquivo Pessoal

Segundo dados coletados pela startup, só no Rio Amazonas - um dos locais de onde são retiradas matérias-primas – o volume de rejeitos reposto é de 1,2 bilhões de toneladas ao ano.

A meta também é ajudar a diminuir a emissão de dióxido de carbono, provocada pela produção de cimentos e argamassas comuns. Além disso, objetiva diminuir o custo da construção civil, principalmente para a população mais carente, principalmente para a população de periferia.

Produtos de alta performance 

Carvalho destacou que trabalhou no ramo da construção civil e viu de perto a rotina de muitos profissionais que construíam casas para outros, mas não tinham a própria moradia. Isso teria sido uma das motivações para criar a ideia.

"Quero trabalhar um modelo de construção que ele seja inclusivo, que qualquer pessoa possa ter a sua casa através de materiais atualizados. E com isso surgiu a nossa ideia de criar esses produtos. Daí já começou toda uma parte de pesquisa aplicada", explicou.

De acordo com o empreendedor, os produtos vão além de substituírem o modelo convencional e conseguem fazer uma proporção muito alta na economia.

"A nossa argamassa colante é o primeiro produto amazônida. Mil quilos dela substituem 20 toneladas de argamassa cimentícia para fazer colagem de blocos e tijolos. Esses mesmos mil quilos podem fazer em torno de três até quatro casas populares", 

pontuou.

 Carvalho disse ainda que o material depois se torna quatro vezes mais resistente que o concreto, traz 30% ou mais de economia nas obras e a velocidade de assentamento é três vezes maior.

Expo Favela Innovation

A Expo Favela Innovation é uma iniciativa da Favela Holding em parceria com a Central Única das Favelas (CUFA), e vem sendo realizada desde 2022, quando houve a primeira edição em São Paulo. 

Para este ano, edições regionais começaram a ser promovidas pelos quatro cantos do país. A Expo Favela Innovation tem cooperação internacional da UNESCO e parceria da TV Globo.

*Por Rafael Aleixo, do g1 Amapá 

Veja mais notícias sobre Inovação e TecnologiaAmapá.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 22 Fevereiro 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/