Manaus 30º • Nublado
Sábado, 23 Outubro 2021

Selvinha Amazônica contribui para o desenvolvimento de crianças em Boa Vista

Foto-principal-1

Quem mora ou visita Boa Vista conta com inúmeras alternativas de lazer para toda a família, além das praças espalhadas pela cidade com opções de brinquedos para a criançada. Uma delas é a Selvinha Amazônica, projeto que faz parte da política pública da primeira infância, uma das prioridades da Prefeitura de Boa Vista.

Implantadas ainda na gestão da ex-prefeita Teresa Surita, as Selvinhas têm um conceito de ensinar brincando, proporcionando interatividade, acessibilidade e transformação urbana, pois estão localizadas nos principais pontos turísticos da cidade.

Selvinha Amazônica é um projeto que integra a política pública da primeira infância em Boa Vista. Crédito: PMBV.

Presente em 14 praças da capital, o projeto têm o objetivo de atrair, incluir e ensinar as crianças, de forma lúdica, um pouco mais sobre a fauna da região Amazônica, além de é claro, de diverti-las. A criatividade e a coordenação motora também são estimuladas com os brinquedos, que possibilitam aos pequenos o uso da imaginação para a execução das brincadeiras.

Grandes e coloridos, os animais chamam atenção da população que transita pelas praças de Boa Vista, como é o caso da família do bioquímico Tabajara Schmidt, que costuma passear com a filha Sofia, de 3 anos, na Selvinha do Complexo Ayrton Senna.

Selvinha é local certo do passeio da família Schmidt. Crédito: PMBV.

"Minha filha menor é autista. Então, quando ela viu o 'papagaio', ela veio aqui e começou a tocar nele. E essa é a forma dela de interação. Esses animais também trazem proximidade entre as crianças, os animais e a natureza. Esse espaço também é importante para que os pequenos aprendam sobre a necessidade da preservação do meio ambiente", destacou o bioquímico.

O espaço é diversão garantida também para a pequena Maria Cecilia, de 3 anos. O pai, professor Fernando Lopes, aproveita e leva a filha para gastar energia. "Serve de distração. As crianças vêm aqui e se divertem. Quando chegam em casa, é só dormir. Essas praças são qualidade de vida e lazer para as crianças", afirmou.

Vanessa Macedo e a filha Hadassa em uma das Selvinhas da capital Crédito: PMBV.

A Selvinha Amazônica também é sinônimo de segurança para a dentista Vanessa Macedo. Ela que passeia sempre que possível com a filha Hadassa, de 4 anos, garante que se sente tranquila na praça.

"Aqui eu me sinto segura. É um espaço que é de família. Está todo mundo sempre junto. É bem tranquilo. Os brinquedos são seguros, a gente consegue ficar de olho e minha filha e eu gostamos bastante. Ela interage bastante e eu acho isso muito importante para ela nessa fase", disse.

A Selvinha Amazônica está presente em 14 praças da capital e ensina crianças de forma lúdica, sobre a fauna da região Amazônica. Crédito: PMBV.

Conheça um pouco mais sobre cada Selvinha:

Galeria: https://flic.kr/s/aHsmHqRCCM

Parque do Rio Branco

Nele encontra-se a maior Selvinha Amazônica da cidade, com 6.984 m², composta por mais de 160 elementos artísticos e esculturas dos bichinhos da Amazônia, entre eles: jacaré, cobra, iguana, bancos em formato de tartarugas, borboleta grande e duas menores, quatro jacarés filhotes, formiga, abelha, lagarta, louva-a-deus, joaninha, tronco, libélula, planta 3 folhas, tronco (insetos), tartaruga mãe e quatro filhotes, bancos flores e flores decorativas, árvore, modelada e esculpida em ferro, bancos borboletas, macaco grande e dois menores, tronco, bancos em formatos de tatu e borboleta, tamanduá, arara, jandaia, papagaio, tucano, beija-flor, tronco (para as aves), bancos tatu, bancos borboletas e flores decorativas, onça mãe e dois filhotes e troncos. O parque foi entregue em 20 de dezembro de 2020, ainda na gestão da ex-prefeita Teresa Surita e com apoio do ex-senador Romero Jucá.

Complexo Ayrton Senna

Possui duas cenas. A primeira, inaugurada no dia 11 de junho de 2019, em frente ao ginásio Totozão, que possui esculturas de filhotes de tucano, tracajá, jandaia-sol, papagaio, iguana, onça-pintada, sucuri, jacaré-tinga e tamanduá, simulando uma minifloresta, com exemplares de animais característicos da fauna amazônica.

A outra Selvinha do Complexo, inaugurada no dia 27 de setembro de 2019, possui o exemplar de um jacaré com 25 metros e seus filhotes. A estrutura possui um escorregador e parede de escalar.

Parque Germano Augusto Sampaio

Localizada no bairro Pintolândia, a cena foi inaugurada no dia 9 de julho de 2019. Possui um exemplar de uma onça-pintada com uma estrutura de 10m de comprimento, 7m de altura, 5m de largura e 13 toneladas, toda em cimento e concreto maciço, acompanhada de dois filhotes.


Praça do Mirandinha

Inaugurada em 19 de julho de 2019, a Selvinha localizada no bairro Caçari possui iguana gigante que mede 9 metros de altura e pesa 13 toneladas, nela os pequenos podem fazer escaladas nas paredes. O ponto é atração da população que frequenta o local nos fins de semana fins de tarde.


Nova Cidade


No bairro, a Selvinha Amazônica chegou junto com a Praça da Primeira Infância Clotilde Thereza Duarte de Oliveira, em 14 de agosto de 2020. O local foi pioneiro com novidades para os pequenos, como brinquedos para cada faixa etária.

As crianças podem se divertir com os playgrounds equipados conforme a idade, interligados por uma formiga gigante com paredes de escaladas nas laterais. Na praça, também é possível ver diversos outros animais da Selvinha como papagaio, cobra, camaleão, jacaré, tamanduá, jandaia, tucano, iguana, onça e tartaruga.


Praça do Pérola

As duas onças-pintadas, uma com sete e a outra com três metros, foram inauguradas no dia 30 de agosto de 2019, na Praça Turística Genésio da Costa Aguiar, no Conjunto Pérola, bairro Airton Rocha. A Selvinha Amazônica faz a alegria das famílias, que costumam frequentar o local nos fins de tarde e principalmente aos fins de semana.


13 de Setembro

Inaugurada no dia 5 de setembro de 2020, a Selvinha Amazônica da praça Lídia Bacelar Cantel, conta com uma escultura de aproximadamente 6 metros do Macaco-de-Cheiro, típico da região. As crianças se divertem na escultura que funciona como playground.


Praça dos Bambus

Uma sucuri gigante, com 3,50 metros de altura e 17 metros de comprimento é a sensação da Praça dos Bambus, no bairro São Francisco. A cobra, que foi inaugurada no dia 20 de setembro de 2019, possui escorregador, escada comum e de cordas, além de uma ponte de madeira.


Praça do Pricumã

Após uma revitalização, a prefeitura de Boa Vista entregou à população, no dia 28 de setembro de 2020, a praça Vereador João Rodrigues, no bairro Pricumã. O local possui uma cena de um papagaio, uma arara-vermelha, arara-canidé e um tucano, que fazem parte do projeto Selvinha Amazônica. A iniciativa garantiu, não só as crianças, mas também aos adultos, uma ótima opção de lazer.


Parque Linear

Um tatu-canastra com 6 metros de altura e dois filhotes é a atração do parque Linear localizado no bairro Cinturão Verde. O animal que faz parte do projeto foi inaugurado no dia 2 de outubro de 2020 e está reproduzido em tamanho gigante e funciona como playground para o lazer das crianças.


Praça Cabos e Soldados

As politicas públicas da prefeitura de Boa Vista, levaram no dia 11 de novembro de 2019, o projeto Selvinha Amazônica à Praça Cabos e Soldados, no bairro Caranã. O local possui um jacaré tinga de 25 metros de comprimento e três metros de altura, uma tartaruga com 4,40 metros de comprimento, seis tartarugas filhotes medindo 1,30 metros de comprimento por 1 metro de largura e dois pássaros tuiuiús.


Praça principal do Cidade Satélite

No dia 18 de novembro de 2019, os moradores do bairro Cidade Satélite puderam conhecer mais uma cena da Selvinha Amazônica, inaugurada pela da prefeitura de Boa Vista. No local, foram instalados dois tamanduás gigantes de 15 metros de comprimento por 7 de altura: um macho e uma fêmea. O animal faz parte do lavrado roraimense. A criançada pode usufruir do espaço que possui formigueiros, escadas com grade de proteção e escorregadores.


Cruviava II

Em 20 de dezembro de 2019, a ex-prefeita Teresa Surita entregou aos moradores do Conjunto Cruviana II a Selvinha Amazônica que traz uma iguana de 3,50 m de altura, 20 metros de comprimento e pesando 20 toneladas, onde as crianças podem brincar, além de desenvolver o estímulo a preservação do meio ambiente. 

Veja mais notícias sobre Especial PublicitárioRoraima.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 23 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/