Manaus 30º • Nublado
Sábado, 27 Novembro 2021

​CNH Social, redução de taxas de despachantes no Detran e Plano de Cargos da Sefaz são aprovados pela Aleam

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) aprovou todas as 13 matérias legislativas da pauta de votação durante a Ordem do Dia, na quarta-feira (10). A aprovação incluiu projetos oriundos de Mensagens Governamentais; Projetos de Lei de iniciativa dos parlamentares e Projetos de Resolução Legislativa.

Entre os aprovados está o Projeto de Lei nº 506/2021, oriundo de Mensagem Governamental, que institui o Programa de Incentivo à Habilitação, o 'CNH Social', visando a gratuidade do processo de habilitação para a população reconhecidamente pobre, especialmente aos residentes no interior. A oferta será inicialmente de 70% das vagas para a categoria A e 30% para as demais categorias (B,C,D e E).

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O programa isenta os participantes também das taxas de licença de aprendizagem veicular, custos com o processo de formação realizado pelos Centros de Formação de Condutores com aulas práticas e teóricas, custos de exames médicos e psicológicos, com exceção do exame toxicológico, exames de legislação e de direção, assim como a 1ª via da Carteira de Habilitação. 

Na discussão, o deputado Wilker Barreto (Podemos), que votou favorável ao projeto, ponderou que o programa será efetivo somente se houver a presença do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) no interior. "Apesar de muito atraso, a matéria é positiva, mas para o sucesso da CNH Social é preciso o ter o Detran no interior, por isso apelo ao Governo que implante postos do Detran nos municípios-polo", sugeriu. Em resposta, o deputado Felipe Souza (Patriota) esclareceu que já existe um projeto de implantar postos do Detran nos municípios polo.

Relacionado com o programa, também foi aprovado o Projeto de Lei nº 507/2021, oriundo da Mensagem Governamental, que cria e adiciona no Plano Plurianual (2020-2023), a abertura de um crédito adicional especial, no orçamento fiscal da administração indireta no valor de R$ 2.183.700 (dois milhões, cento e oitenta e três mil e setecentos reais), a partir de 2021, para custear o programa CNH Social.

Outro projeto aprovado beneficia os despachantes de trânsito, por meio do Projeto de Lei Complementar nº 14/2021, oriundo da Mensagem Governamental, que altera o Código Tributário do Amazonas, revendo o valor da taxa formal de processo de despachantes constante na Tabela de Taxas de Segurança Pública do Detran.

Com a aprovação, o valor pago na formalização de cada processo por despachantes documentalistas de veículos vai reduzir de R$ 8,59 para R$ 4,44. Segundo o deputado estadual Delegado Péricles (PSL), relator do projeto na Comissão de Constituição Justiça e Redação da Assembleia, o PL é uma adequação estadual à norma federal do valor da taxa.

Veja mais notícias sobre Especial Publicitário.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 28 Novembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/