Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Terça, 20 Outubro 2020

Então é Natal, o que você fez?

Então é Natal, o que você fez?
Tenho certeza que você já deve ter escutado essa música ou, ainda, ter feito piada com ela. Algumas tradições de Natal não mudam. Mas, pegando o embalo da música/pergunta, qual a sua resposta?

Imagine que você tivesse que fazer uma retrospectiva e mostrar para alguém os momentos mais importantes do ano (os bons e ruins). Você se lembraria, com detalhes, deles?

Para a maioria das pessoas, a reposta seria negativa. Poucos podem se lembrar do que foi feito ao longo do ano, talvez uma consulta à rede social possa ajudar com algumas coisas. Sem dúvidas que muita coisa acaba passando batido. 

É bem interessante fazer essa regressão e tentar se recordar das decisões, escolhas e motivações ao longo do ano. Os erros devem aparecer também, mesmo que seja mais fácil lembrar das coisas boas. 

O que você fez para tirar do papel aquela ideia de empreender? O que você fez de diferente para o seu negócio progredir? O que te impediu de agir?

Respostas não tão óbvias devem aparecer, fugir da superficialidade é muito válido nessa hora e isso pode trazer muita luz na direção do que fazer agora.

Não sei qual a cor de vestimenta você deve usar para que comece a empreender (ou fazer um negócio crescer), mas seguem algumas sugestões do que fazer para tirar as ideias do papel:

1. Identifique qual o principal sabotador. Algumas pessoas não empreendem porque não tem tempo, porque tem preguiça ou, talvez, medo. Mergulhar e encontrar essa resposta pode ser trabalhosa, mas dá o direcionamento do que seguir. Eliminando o peso, dá para voar mais alto. 

2. Planejamento! Em todas as áreas: trabalho, saúde, estudos e etc. Você deve, não apenas observar onde quer chegar, porém analisar tudo o que deve ser feito para isso se virar algo real.  

3. Seja o protagonista. Assumir a causa, vestir a camisa e chamar o jogo para si. Podemos usar qualquer uma das expressões clichês. Entregando, não dá para usar velhas desculpas e justificativas para nem dar os primeiros passos. 

Aposto que essas sugestões podem ser aplicadas. Obviamente demandam esforço, dedicação e disciplina. 

Esse é o jeito baré de empreender.  

Veja mais notícias sobre André Torbey.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 20 Outubro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/