Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quarta, 03 Março 2021

Acre: escolas particulares iniciam ano letivo de 2021 com ensino presencial nesta segunda

Ao menos três escolas particulares iniciaram o ano letivo de 2021 com aulas presenciais e remotas nesta segunda-feira (25). Outras duas devem começar no dia 1 de fevereiro e as demais sindicalizadas retomam as atividades, com ensino híbrido até o dia 8 de fevereiro.

A informação foi confirmada pela vice-presidente do Sindicato das Escolas Particulares, Elândia Dantas.

Para esse retorno presencial, as escolas tiveram que passar por uma adaptação, seguindo o que determina o decreto governamental que trata sobre as regras para essa retomada. Os profissionais passaram por treinamento ofertado pelas vigilâncias sanitárias municipais e estadual e os pais foram consultados sobre qual modalidade os filhos adotariam, se presencial ou remota.

Cada instituição teve ainda que instituir um comitê para elaboração do planejamento de retomada e o documento precisou ser entregue aos Conselhos Municipais de Educação e ao Conselho Estadual de Educação.

Foto: Arquivo Pessoal

 Logo após o decreto governamental que autorizou o retorno das aulas presenciais, em novembro do ano passado, ao menos 16 escolas voltaram com a modalidade de ensino híbrido e as demais permaneceram com o ensino à distância.

"Voltaram seguindo o decreto. Estamos na segunda fase, com 30% da capacidade, os devidos cuidados de distanciamento, uso obrigatório de máscara. Tudo isso já foi trabalhado naquele retorno em novembro, quando a Vigilância Sanitária deu treinamento para todos os colaboradores de escolas privadas. Tivemos treinamento tanto com a rede municipal como estadual. Também passamos por vistoria, recebemos a vigilância, junto com o Ministério Público que foram nas escolas averiguar se as instituições estavam cumprindo com o que o decreto pedia", informou Elandia.

Formato de rodízio

O diretor de uma das escolas que começou o ano letivo nesta segunda (25) com aulas presenciais é Peterson Cunha. Ele disse que desde semana as aulas retornaram, porém com ensino remoto ainda, e que nesta segunda os estudantes foram recebidos no colégio com todos os protocolos.

Nestas primeiras semanas, os alunos vão passar por revisão e em fevereiro é que começam os conteúdos do ano letivo de 2021. Segundo ele, do total de mais de 600 alunos, cerca de 400 os pais optaram pelo ensino presencial.

Para a adaptação, a instituição separou as turmas e organizou para que os estudantes possam ir até a escola em dias alternados. A média de alunos em cada sala fica de seis a 10.

"Começamos hoje com o ensino infantil, do maternal, pré 1 e pré 2. Na primeira semana foi ainda tudo virtual e hoje começamos a receber os alunos de forma presencial. Aqueles que optaram por ensino remoto, vão continuar sendo assistidos pelas plataformas. A maioria optou por presencial, então vamos trabalhar em formato de rodízio. Os alunos do 9º ano do ensino fundamental e do 3º ano do ensino médio voltam na quarta-feira [27] com esse mesmo formato", afirmou o diretor.

Inicialmente, o decreto condicionava que a autorização para o retorno presencial só se aplicaria para as regionais que estivessem classificadas nos níveis de atenção, representado pela bandeira amarela, ou de cuidado, pela cor verde. No entanto, em dezembro o decreto foi editado e a retomada passou a ser autorizada desde a fase laranja, que é de alerta.

Atualmente, a regional do Alto Acre está na faixa vermelha e do Baixo Acre e Purus, que inclui a capital Rio Branco, está na faixa laranja. Já a regional Juruá/Tarauacá está na amarela.

Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Cronograma na rede estadual de ensino

Os mais de 160 mil alunos da rede pública estadual devem voltar às salas de aulas no mês de março para conclusão do ano letivo de 2020. A previsão foi confirmada pelo secretário Estadual de Educação, Mauro Sérgio, em entrevista ao Jornal do Acre.

As aulas presenciais na rede pública estão suspensas desde o dia 17 de março do ano passado, na semana em que o Acre confirmou os três primeiros casos de Covid-19. Desde então, os alunos têm acesso ao conteúdo escolar pela internet por videoaula, pelo rádio com audioaula, pela televisão e também pelo material impresso adquirido nas escolas.

Em meio à pandemia, os alunos da rede pública estadual concluíram em 2020 os 1°, 2° e 3° bimestres, por meio do ensino remoto. Agora, eles e os professores estão em recesso. Conforme o cronograma, no início de fevereiro deste ano as aulas vão voltar ainda de forma remota para os últimos ajustes e em março, ainda para a conclusão do 4° bimestre do ano letivo de 2020, os alunos voltam a ter aulas presenciais.

Nesse primeiro momento, segundo o secretário, as aulas vão ocorrer de forma híbrida. As salas vão ser divididas por lista de chamadas, para evitar aglomeração e garantir o distanciamento sociais.

No mês de abril, as escolas voltam a ter recesso, agora para que sejam realizadas as matrículas e rematrículas dos estudantes. Ainda de acordo com o cronograma, no mês de maio é iniciado o ano letivo de 2021, com aulas presenciais.

O secretário informou ainda que a previsão é que a conclusão do ano letivo de 2021 ocorra em dezembro, ainda com sistema de 800 horas/aula no lugar de 200 dias letivos, o que foi flexibilizado por conta da pandemia.

Aulas na capital

A Secretaria de Educação de Rio Branco (Seme) divulgou, no último dia 20, o calendário para a conclusão do ano letivo de 2020. As aulas retornam no dia 8 de fevereiro de forma presencial para mais de 1,8 mil alunos do 5º ano do ensino fundamental.

Os alunos do ensino infantil, que abrange creches e pré-escola, seguem com as aulas remotas. O calendário escolar de 2020 vai ser concluído em abril. O ano letivo de 2021 começa logo em seguida, no mês de maio.

A rede de ensino municipal tem aproximadamente 25 mil alunos, com idades entre 0 a 10 anos. O calendário estudantil da rede estabelece 800 horas de ensino, mas, destas, apenas 320 horas foram cumpridas até o momento e de forma remota.

A retomada das aulas e demais atividades presenciais será opcional para as instituições e unidades de ensino, podendo ser iniciada de modo gradual e paralelo ao ensino remoto. Para o retorno, as instituições devem cumprir com os protocolos sanitários.

Fases para retomada das aulas presenciais

Primeira fase: pode ter início a partir de 16 de novembro de 2020. Nesta fase será permitida a retomada parcial das aulas e demais atividades presenciais do 5º e 9º anos do ensino fundamental; 3º ano do ensino médio, bem como educação infantil; creches; alunos com vulnerabilidades; alunos com dificuldade de aprendizagem e/ ou acesso ao ensino remoto; e atividades práticas laboratoriais do ensino superior.

Segunda fase: pode ter início 21 dias após o dia 16 de novembro, e na qual serão permitidas, em maior grau do que na primeira fase, a retomada das aulas e demais atividades presenciais das séries previstas na fase anterior, assim como a retomada parcial das demais séries do ensino fundamental e médio.

Terceira fase: pode ter início 60 dias após o dia 16 de novembro, e na qual serão permitidas, em maior grau do que na segunda fase, a retomada das aulas e demais atividades presenciais do ensino fundamental e médio, assim como a retomada das aulas e demais atividades presenciais das escolas técnicas e de ensino superior. 


*escrito por Iryá Rodrigues

Veja mais notícias sobre AcreEducação.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 04 Março 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/