Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Terça, 11 Agosto 2020

Para driblar a crise, acreanas apostam na criatividade e fazem receitas de pipoca gourmet

Para driblar a crise, acreanas apostam na criatividade e fazem receitas de pipoca gourmet
Em época de crise é preciso usar a criatividade para não ficar sem dinheiro. Em Rio Branco, a fotógrafa Cinthia Davanzo, e sua sobrinha Cecília Davanzo, decidiram usar um velho conhecido do brasileiro para não ficar no vermelho. Elas desenvolveram o projeto 'Pop Dreams', conhecida também como pipoca gourmet. Em entrevista ao Portal Amazônia, Cinthia deu dicas para quem deseja se sobresair em momentos crise.
Pipoca gourmet é aposta de Cinthia e Cecilia. Foto: Reprodução
De acordo com Cinthia, a ideia de criar o projeto surgiu quando Cecilia participou de um curso de culinária. "Desde então, ela vem aparecendo com novas receitas e ideias. Começamos a experimentar e fazer testes de sabores, até que achamos um curso de pipoca gourmet, como a Cecilia não pode viajar para participar, eu fui. Quando retornei para Rio Branco iniciamos mais testes, acertamos as receitas para o nosso clima e decidimos vender", contou.

Os trabalhos de Cinthia e Cecilia começou a pouco tempo, então elas ainda estão conhecendo o mercado. Entre os sabores criados por Cinthia e Cecília estão Coco Caramelado, Amendoim Caramelado e Canela com Leite Ninho. O milho utilizado nas receitas é diferente dos que são encontrados nos supermercados.

Investimento

Juntas, tia e sobrinha investiram R$ 5 mil e começaram o processo artesanal da pipoca. A empresa ganhou logomarca e começou a distribuir as pipocas gourmet em sacolas personalizadas. Ao ser questionada por que escolher a pipoca como matéria prima, Cinthia não pensou duas vezes. "A pipoca sempre esteve presente na nossa vida. Na infância, quando juntava a criançada no lanche da tarde, a pipoca reinava", brincou. 
Elas investiram o valor de R$ 5 mil para a produção das pipicas. Foto: Reprodução
Sobre o momento de crise que o País enfrenta, Cinthia afirmou que esses períodos são ótimos para desenvolver a criatividade. "O principal é acreditar no potencial do seu produto, por exemplo, a gente sabe que a pipoca tem potencial. É um privilégio trabalhar com algo que você gosta. Agora, a gente tem tido bastante cuidado, principalmente por causa da crise, então os passos precisam ser dados com mais cautela e muito planejamento", disse a microempresária.

A dica de Cinthia para quem está sofrendo com a crise é pensar rápido e não ter medo de arriscar. Ela descreveu as vantagens e exigências do trabalho que desenvolve. "Eu trabalho com o que eu gosto, faço meus horários e deixo as pessoas felizes com o nosso produto. Acho que essas são as principais vantagens de ter o próprio negócio. Mas nem tudo é um mar de rosas, é preciso disciplina, planejamento, muito trabalho e uma dose de coragem", revelou. 

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 11 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection