Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quarta, 12 Mai 2021

IBGE prevê crescimento de 21,9% na safra de grãos da Região Norte

IBGE prevê crescimento de 21,9% na safra de grãos da Região Norte
A Região Norte deve fechar 2017 com alta de 21,9% na produção de grãos, conforme Opens external link in new windowestimativa divulgada nesta quinta-feira (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O crescimento na safra acompanha o movimento nacional, cujo aumento na safra deste ano está calculado em 21,8%.
Norte deve produzir 8.193.152 de toneladas de grãos em 2017, diz IBGE (Foto:Reprodução/Shutterstock)
Em 2016, a Região Norte produziu 6.723.662 toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas. Para este ano, a estimativa é que a macrorregião - que engloba os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Roraima, Rondônia e Tocantins - alcance 8.193.152 de toneladas.

O Norte ainda tem a menor participação na produção nacional de grãos. Caso a expectativa de produção agrícola aconteça, a região fecha o ano com uma participação de 3,6% no montante total da safra brasileira. A produção deve ser 42,4% originária do Centro-Oeste e 36,4% da Região Sul. O Sudeste deve produzir 9,6% da safra, seguido pelo Nordeste, com 8%.
 
Fonte: IBGE

O Estado com a maior participação é o Tocantins, que representa 1,5% da produção nacional de grãos. Em seguida, na 13ª posição no ranking, aparece o Pará, com 1,3% da fatia nacional. Rondônia (0,7%) e (Roraima 0,1%) também pontuam na lista, na 14ª e 19ª posições, respectivamente.

Safra brasileira

De acordo com o IBGE, a safra brasileira de grãos em 2017 deve ser de 224,2 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas, o que significa o crescimento de 21,8% em relação a 2016.

A área colhida também deve aumentar e superar 2016 em 5,7%, totalizando 60,3 milhões de hectares. Também neste dado, a estimativa de fevereiro supera a de janeiro em 0,8%. O milho deve registrar o maior crescimento da produção (39,6%), com uma área colhida 11,1% maior.

Principal grão do agronegócio brasileiro, a soja deve totalizar uma colheita de 108,4 milhões de toneladas, com um crescimento de 13,2% em relação a 2016. A área colhida deve aumentar 2,1%.

Segundo o IBGE, a produção de arroz tem sido beneficiada pelas condições climáticas nos principais estados produtores. A safra de arroz deve crescer 11,1% em relação a 2016 e a área colhida tem uma expansão prevista de 2%. O total da produção prevista é de 11,7 milhões de toneladas.

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 12 Mai 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/