Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Segunda, 13 Julho 2020
chatbot-health-tech

CBA pede apoio para captação de recursos através de emenda parlamentar

CBA pede apoio para captação de recursos através de emenda parlamentar

Em reunião na Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), em Manaus, nesta quinta-feira (18), o coordenador geral do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), Adrian Martins, pediu apoio das entidades de classe a cinco projetos selecionados pelo Centro, para captação de emendas parlamentares.

Foto: Reprodução/Suframa

O 1º vice-presidente da Fieam, Nelson Azevedo, destacou os projetos como alternativa para alavancar o setor produtivo. Além disso, chamou a atenção para a estruturação de laboratórios como essencial para viabilização de produtos em grande escala. Ele ressaltou ainda, a importância dos projetos que focam o aproveitamento da biodiversidade da Amazônia.

Segundo Azevedo, os projetos vão somar-se às atividades do Polo Industrial de Manaus (PIM) e prometeu agendar visitas e entregas dos projetos aos deputados federais e senadores do Amazonas para que os projetos do CBA se transformem em emendas parlamentares.

Projetos

Dentre os projetos está a criação de laboratório de métodos alternativos ao uso de animais para avaliação de segurança toxicológica de produtos oriundos da biodiversidade; a consolidação da cadeia produtiva do Curauá para dinamizar a indústria e o comércio de fibra de origem amazônica; melhoramento e qualificação de insumos comerciais da biodiversidade amazônica; consolidação da cadeia produtiva de castanha, visando à produção de frutos e madeira de qualidade; e o projeto de suporte a eventos internacionais para estimular empresas de base tecnológica na Amazônia.

O projeto de melhoramento e qualificação de insumos comerciais da biodiversidade amazônica prevê melhorar a qualidade dos óleos pau-rosa, copaíba e andiroba, fornecidos e exportados para indústrias de cosméticos, perfumaria e farmacêutica. Também pretende desenvolver novos ingredientes funcionais para a indústria de alimentos a partir de camu-camu, tucumã, açaí e pupunha.

De acordo com o coordenador geral do CBA, Adrian Martins, produtos regionais, como guaraná, açaí, óleos de andiroba e copaíba, possuem viabilidade econômica, mas precisam ser produzidos em grande escala e com qualidade para que possam ser exportados. Na opinião dele, a adoção de emendas parlamentares para os projetos é importante, porque vai injetar recursos para alavancar o setor produtivo, além de contribuir para a superação das barreiras, promovendo a competitividade da indústria nacional.

A coordenadora de Biologia Vegetal do CBA, Simone Silva disse que o Curauá é uma das fibras mais resistentes e que as indústrias de automóveis  e de celulares  já mostraram interesse  na utilização industrial da fibra, mas que não existe produção comercial para atender a demanda. A especialista, disse ainda que o Curauá vai ampliar a ofertas de fibras regionais e que seu valor agregado é superior aos das fibras convencionais e que cultivado em terra firme.

Silva avalia que o objetivo inicial é criar várias unidades de observação em vários pontos do Amazonas, ressaltando que o município de Presidente Figueiredo ganhou uma unidade de observação e que os resultados satisfatórios. Participaram também da reunião representantes da Suframa, Secretaria de Produção Rural e Federação da Agricultura do Estado do Amazonas.

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 13 Julho 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection