Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 18 Abril 2021

Cineclube da Ufam retoma atividades com entrevistas sobre o mundo do cinema

Após um ano com suas atividades paralisadas, o Cine Vídeo Tarumã retorna para a programação cultural da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) nesse novo semestre da universidade. A pandemia trouxe dificuldades para muitas pessoas e para a educação trouxe novos desafios e novas formas de ensino. Da mesma forma, o cinema também teve que se readaptar, cortando um de seus principais elementos que eram as salas de cinema e a sensação de ver um filme em conjunto. Por essas razões, a equipe do Cine Vídeo Tarumã pensou que seria também a hora deste projeto de extensão se readaptar e retornar à atividade.

Foto: Divulgação

Ao invés das tradicionais exibições de filmes, a equipe do Cine Vídeo Tarumã preparou uma programação voltada para encontros em lives por meio das redes sociais do projeto. Através de entrevistas, o projeto terá a presença de cineastas premiados, professores e críticos de cinema do Amazonas. O primeiro encontro acontece nesta segunda-feira (29), às 19 horas, e será uma apresentação da dinâmica das lives e da equipe do Cine Vídeo Tarumã para a comunidade. Após isso, as lives com os convidados serão realizadas todas às quartas-feiras, às 19 horas, através da conta de instagram @cinevideotaruma.

Na quarta-feira (31), será realizada a primeira live com convidados. O primeiro entrevistado será o diretor e roteirista Bruno Villela, responsável pelo curta de animação "O Mezanino". A conversa com Bruno será sobre a sua carreira, a produção de seu curta e sua visão sobre a realização de animações no Amazonas.

Conduzidas pelos colaboradores do projeto, as entrevistas já contam com a presença confirmada de Bernardo Abinader e Isabela Catão (do premiado curta "O Barco e o Rio"), Caio Pimenta (editor-chefe do site de críticas Cine Set), Zeudi Souza (diretor de "O Buraco") e outros nomes envolvidos com a produção, ensino e divulgação de cinema no Amazonas.

Coordenado pelo professor de arquivologia Luiz Santana, o projeto já conta com mais de 30 anos de existência. Realizado normalmente no miniauditório Narciso Lobo, localizado na Faculdade de Informação e Comunicação da Ufam, o projeto teve que deixar de lado as sessões presenciais e migrar para o ambiente virtual. O projeto segue assim a modalidade pela qual a UFAM irá retornar suas atividades devido à pandemia da covid-19. Devido a isso, Luiz Santana diz: "Esperamos dessa forma contribuir com o fomento à cultura, educação, entretenimento e diversão para o público acadêmico, bem como para a comunidade em geral, buscando amenizar esse período difícil que estamos enfrentando!".

Veja mais notícias sobre AmazonasCidadesCulturaNotícias.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 18 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/