Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Terça, 27 Outubro 2020

Reprovação ao Governo Dilma chega a 68% na Região Norte, aponta CNI-Ibope

MANAUS - Menos de um ano após ser reeleita à Presidência da República, Dilma Rousseff enfrenta baixa popularidade e alto nível de desaprovação. Dados da pesquisa CNI/Ibope, divulgada nesta quarta-feira (30), apontam que apenas 10% das pessoas consideram o governo ótimo ou bom. Nas regiões Norte e Centro-Oeste, o índice de aprovação é ainda menor: 9%.Os dados estratificados da pesquisa revelam o cenário regional da popularidade da presidente. Nas estatísticas do Norte e Centro-Oeste, 68% avaliaram o governo de Dilma como ruim ou péssimo. Completam os números cerca de 21% dos entrevistados, que responderam que a gestão da presidente reeleita era regular.Ainda nas duas macrorregiões, 81% desaprova a maneira de governar da presidente. Apenas 17% responderam aprovar, e 2% não souberam ou não responderam. Vale destacar que Dilma venceu em cinco estados da Região Norte nas eleições de 2014: Amazonas, Amapá, Maranhão, Tocantins e Pará.Os moradores do Norte e Centro Oeste também responderam sobre o que acham deste segundo mandato de Dilma, em comparação ao primeiro. Neste quesito, 83% afirmaram que está pior que o anterior, de 2010 a 2014; outros 14% avaliam que o está igual, e 3% apontam que a gestão da presidente está melhor no atual mandato que no anterior. A pesquisa foi feita entre os dias 18 e 21 de setembro, a partir de 2.002 entrevistas feitas em 140 municípios em todo o País. A margem de erro é dois pontos percentuais e, segundo a CNI, o grau de confiança da pesquisa é 95%.
Avaliação do Governo Dilma nas regiões Norte e Centro-Oeste | Create infographics
Média nacionalDe acordo com o levantamento, a popularidade da presidente Dilma manteve-se inalterada entre junho e setembro. Nenhum dos indicadores apurados na pesquisa apresenta variação acima da margem de erro. O percentual da população brasileira que avalia o governo como ruim ou péssimo oscilou de 68% para 69%. Esse é o maior percentual em 27 anos de pesquisa CNI-Ibope.Não obstante, percebem-se mudanças significativas entre os diferentes extratos da pesquisa. A popularidade da presidente aumentou entre os entrevistados com 55 ou mais anos de idade e com instrução até a quarta série da educação fundamental.

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 27 Outubro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/