Manaus 30º • Nublado
Sexta, 24 Setembro 2021

ODS: exemplos buscam diminuir desigualdade social na Amazônia

A desigualdade social é um tema que sempre será recorrente na sociedade. Abuso contra a mulher, racismo, homofobia, xenofobia e exploração contra menores, são alguns dos exemplos que podemos destacar nesse nicho.

Para reverter esses quadros, a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável criou a agenda mundial de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Ao todo, serão 17 objetivos, entre causas sociais, ambientais, econômicas e institucionais, e 169 metas a serem atingidos até 2030.

É do conhecimento de todos que Roraima vive um momento delicado devido ao número de migrantes oriundos da Venezuela. Para trabalhar a questão de inclusão dessas pessoas, o Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS) e a Fundação IOCHPE, promoveram o evento Inspira, Boa Vista, que teve o objetivo de promover a inclusão socioeconômica  de parcela da comunidade em situação de vulnerabilidade, composta principalmente por brasileiros e migrantes venezuelanos.

Durante o evento, foram desenvolvidas ações focadas nos eixos de educação, geração de renda, inclusão produtiva e promoção de convivência, fortalecendo as perspectivas de desenvolvimento humano inclusivo para os migrantes venezuelanos que chegam ao território nacional e para os brasileiros residentes nas comunidades mais afetadas pelo fluxo migratório.

O projeto está alinhado com a implementação da Agenda 2030 e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, mais precisamente o ODS 16 ("Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas").Ação em Manaus

Das 17 ODS lançadas, a Fundação Rede Amazônica (FRAM) abraçou cinco, todas voltadas para o lado humano da sociedade. De acordo com a secretária-geral da FRAM, Márcia Lira, é importante acreditar nessas metas, para que as mesmas sejam alcançadas em 2030. “Pra gente é importante falar nesses temas, ainda mais quando eles vão ter um impacto global. Vamos ajudar através das pautas da FRAM, e os objetivos estarão associados em todos os eventos que produzirmos“, explicou.Dentro dos objetivos, 5.2 (igualdade de gênero) e 16.2 (paz, justiça e instituições eficazes), a FRAM conta com o projeto “Bela Causa“, que vija combater o abuso sexual de crianças no Amazonas. “Faremos uma série de eventos e encontros para falarmos sobre o tema. Já fizemos uma primeira reunião com funcionárias do Grupo Rede Amazônia, mas vamos expandir nosso alcance para todo o Estado“, explicou.

Sobre a ODS

Na agenda da ODS, por exemplo, estão previstas ações de erradicação da pobreza, segurança alimentar, agricultura, saúde, educação, igualdade de gênero, redução das desigualdades, energia, água e saneamento, padrões sustentáveis de produção e de consumo, mudança do clima, cidades sustentáveis, proteção e uso sustentável dos oceanos e dos ecossistemas terrestres, crescimento econômico inclusivo, infraestrutura, industrialização, entre outros.

Os temas podem ser divididos em quatro dimensões principais:


Social: relacionada às necessidades humanas, de saúde, educação, melhoria da qualidade de vida e justiça;
Ambiental: trata da preservação e conservação do meio ambiente, com ações que vão da reversão do desmatamento, proteção das florestas e da biodiversidade, combate à desertificação, uso sustentável dos oceanos e recursos marinhos até a adoção de medidas efetivas contra mudanças climáticas;
Econômica: aborda o uso e o esgotamento dos recursos naturais, a produção de resíduos, o consumo de energia, entre outros;
Institucional: diz respeito às capacidades de colocar em prática os ODS;Conheça todas as ODS:

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 25 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/