Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quarta, 27 Janeiro 2021

Nordeste e Estados Unidos no roteiro de férias dos manauaras

Nordeste e Estados Unidos no roteiro de férias dos manauaras
Durante este ano, as agências que atuam em Manaus registraram maior movimentação na busca por viagens. A estimativa é que alta nas vendas chegue a 25% em relação ao ano anterior. Entre os destinos nacionais, o Nordeste continua sendo um grande atrativo para quem sai do Amazonas para viagens de férias e em família. Enquanto para o exterior, alguns destinos clássicos como Estados Unidos e a Europa foram os mais buscados pelos amazonenses.
De acordo com a diretora da Flyworld Viagens Manaus, Janaína Bessa, as promoções de passagens aéreas ajudaram a movimentar as vendas neste ano. Segundo ela, os amazonenses aproveitaram para buscar roteiros bem conhecidos e as cidades do Nordeste ainda são um dos mais queridos. Depois aparece na lista o Rio de Janeiro, que costuma ter a mesma faixa de preço. “As cidades de Fortaleza (CE) e o Rio disparam em primeiro lugar nas buscas por conta das praias e valores acessíveis. Para se ter uma ideia, a passagem promocional de ida e volta para a Fortaleza custou em média R$ 700, por pessoa”, conta.    Os destinos nacionais lideram as buscas no primeiro semestre de 2017. Mesmo com o dólar em alta, as viagens internacionais ainda são bastante procuradas por amazonenses diz Janaína. Conforme a diretora, a maior pesquisa na agência no segundo semestre foram de roteiros estrangeiros e os países mais promissores continuam sendo os EUA e Europa.  
“Antes Miami (EUA) era o mais buscado pela facilidade do voo direto e tarifas mais acessíveis, que chegavam a ser mais baratas que viajar para outras capitais brasileiras. Isso mudou, apenas a Disney manteve a demanda devido a venda de ingressos para seus parques”, afirma Janaína.
Foto: Walter Mendes / Jornal do Commercio
A diretora conta ainda que Portugal liderou a procura dos destinos para a Europa por conta do centenário das aparições de Nossa Senhora de Fátima, celebrado em maio de 2017. Além disso, junto com a Espanha, o país sempre está em alta por não necessitarem de visto para entrada de estrangeiros, por um período de até três meses. “Geralmente os passageiros fazem essa dobradinha, desembarcam em Portugal, onde ficam durante alguns dias, e depois seguem para a Espanha”, explica a diretora.Os destinos internacionais em destaque custaram em média R$ 3,5 mil por pessoa, somente a tarifa aérea de ida e volta. Referente ao cancelamento de alguns voos internacionais partindo de Manaus nos últimos anos, Janaína argumenta que, não impactaram na procura do manauara por outros países, devido haver outras opções de voos.“Este ano, por exemplo, teve a inauguração do voo de Manaus para Buenos Aires, na Argentina e o novo destino acabou ganhando destaque”, acrescenta.
Melhor desempenhoDe acordo com a diretora da Flyworld Viagens Manaus, como prova de bons negócios em 2017 as vendas foram 25% maiores que o ano anterior. “Sem dúvidas foi bem melhor que 2016 e acredito que este voo para Buenos Aires impactou positivamente para o resultado”, disse. Janaína revela que as buscas por viagens para 2018 já começaram. “Os países europeus devem continuar sendo os mais cotados por conta da Copa do Mundo de 2018, que será realizada na Rússia. Muita gente deve aproveitar para entrar por esses países a fim de fazer um tour por eles até a sede do campeonato mundial”, adianta.
Uma grande mudança dos clientes nos últimos anos foi aprender a pesquisar pela internet comenta a diretora. De acordo com ela, o público tem escolhido bem a hora de embarcar e a maior parte dos clientes ainda preferem parcelar o pagamento da viagem para ficar com o cartão de crédito livre. “O brasileiro sempre dá um jeito de viajar, pesquisa bastante, espera o momento oportuno e até aumenta o número de parcelas do boleto, que podem chegar a 10x sem juros”, destaca Janaína.
Para quem não abre mão de viajar, a recomendação é sempre se planejar com antecedência. Ela reforça que se deixar a compra para última hora, acaba pesando no bolso e quem se antecipa consegue economizar. “O ideal é fazer o planejamento, definir o destino, reservar hotel e ficar de olho nas promoções para tentar comprar o bilhete aéreo com até 40 dias antes. Além disso, é bom procurar por uma agência de viagem para ter todo o suporte na viagem”, orienta a diretora. 

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 27 Janeiro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/