Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sexta, 25 Setembro 2020

Grupo Rede Amazônica completa 47 anos com descerramento de placa comemorativa

Grupo Rede Amazônica completa 47 anos com descerramento de placa comemorativa

“O Grupo Rede Amazônica é feito por pessoas, cujo foco e resiliência o leva à constante evolução”. Esses são dizeres da placa comemorativa que marca os 47 anos do Grupo Rede Amazônica (GRAM). O descerramento da placa aconteceu na sede do grupo, em Manaus, nesta segunda-feira (2), e foi conduzido pela jornalista Luana Borba, pelo CEO do grupo, Phelippe Daou Júnior, e pela presidente da Fundação Rede Amazônica, Cláudia Daou Paixão.

Foto: Matheus Castro/Rede Amazônica

Desde os primeiros anos de fundação, os pilares fundamentais do GRAM foram a fé inabalável em Deus e o amor incondicional do Dr. Phelippe Daou pela mãe, Nazira Daou. “O Dr. Phelippe surgiu com a ideia de, a cada aniversario da organização, estabelecer um projeto de permanência para o próximo ano, através de uma frase, que guiaria as decisões e também serviria de amparo em todos os momentos de dúvida. E assim ele fez, por 44 anos, o que acabou de tornando uma tradição”, lembrou a jornalista Luana Borda.

Após o falecimento de Phelippe Daou, em 2016, a tradição da placa continuou e, em 2017, os herdeiros Phelippe Daou Jr. e Cláudia Daou Paixão descerraram a primeira frase de sua autoria: “Vamos em Frente”. O objetivo dela era mostrar que, apesar de toda dor pela perda repentina dos três sócios fundadores, ainda havia um longo caminho a ser seguido no servir à Amazônia.

“Nós efetivamente acreditamos na defesa permanente da região, naquilo que nós podemos fazer para o desenvolvimento da região e da importância do Grupo Rede Amazônica na nossa região”, disse o CEO do grupo, Phelippe Daou Jr.

Foto: Matheus Castro/Rede Amazônica

Durante o descerramento, o CEO também agradeceu aos colaboradores do GRAM pelos 47 anos de sucesso da empresa. “Gostaríamos de agradecer muito por mais um ano de caminhada. Esses últimos anos, principalmente com a ausência do papai e dos outros sócios, têm sido anos bastante desafiadores, e, sem dúvida nenhuma, sem ajuda de vocês a gente não teria chegado ate aqui”, declarou.

“O Grupo Rede Amazônica é feito por pessoas, cujo foco e resiliência o leva à constante evolução”


Phelippe Daou Jr. explicou que, as vezes, o verdadeiro objetivo pelo qual a empresa foi criada acaba se perdendo, então FOCO. E RESILIÊNCIA porque é preciso cair e levantar, sem ter medo. “E o terceiro aspecto é o MOVIMENTO. A gente tem trabalhado muito, os resultados começam a aparecer, depois de  anos de muito trabalho. Resultados como, os mais recentes, além dos operacionais e lucro, o GloboPlay já entrou no ar em todas as nossas operações, ontem (1º) entrou no ar o Roraima Rural, programa criado para atender o estado de Roraima, e tantas outras coisas que vão começar esse mês”, finalizou.

Foto: Matheus Castro/Rede Amazônica

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 25 Setembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/