Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sábado, 23 Janeiro 2021

Funai aposta no incentivo a atividades sustentáveis para impulsionar geração de renda nas aldeias

indigena-2

A Fundação Nacional do Índio (Funai) apoia diversas atividades sustentáveis em Terras Indígenas de todo o país. De acordo com o presidente da Funai, Marcelo Xavier, ao impulsionar a geração de renda de forma responsável nesses territórios, a fundação colabora para que os indígenas se tornem autossuficientes e sejam protagonistas da própria história.

Entre as ações da Funai na área do etnodesenvolvimento, estão o apoio à produção de café especial pelo povo Paiter-Suruí, em Rondônia, a assistência ao manejo do pirarucu pelo povo Paumari, no Amazonas. (Foto: Glínia Cardoso/Funai)

"Pautamos nossas ações na pacificação de conflitos, no diálogo e na promoção da dignidade e segurança jurídica. Sempre com respeito aos usos, costumes e tradições de cada povo. Conversamos diretamente com as comunidades indígenas a fim de apoiar suas potencialidades. Todos anseiam por melhores condições de vida. Com o indígena, não é diferente. Por isso a importância de uma Funai fortalecida e atuante", ressalta Xavier.

Inúmeras atividades exitosas de etnodesenvolvimento consolidaram-se em diferentes comunidades, cujo retorno para as etnias é extremamente relevante. Com total respeito à autonomia desses indígenas, a Funai contribui para que eles conquistem novos mercados e alcancem independência econômica.


Entre as ações da Funai na área do etnodesenvolvimento, estão o apoio à produção de café especial pelo povo Paiter-Suruí, em Rondônia, a assistência ao manejo do pirarucu pelo povo Paumari, no Amazonas, a regularização ambiental para a produção de camarão pelo povo Potiguara, na Paraíba, e o suporte ao plantio de grãos pelo povo Paresi, em Mato Grosso.

Atualmente, está em curso a compra de 40 tratores industriais e outros equipamentos agrícolas para apoio às atividades produtivas em comunidades indígenas. A ideia é contribuir para que elas mantenham a produção, além de colaborar para que, no período pós-pandemia, os indígenas invistam em processos de geração de renda, sempre respeitando a autonomia e a vontade de cada etnia.

Prevenção

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Funai já investiu, em todo o país, R$ 12 milhões em ações de etnodesenvolvimento. Entre as iniciativas, estão a aquisição de materiais de pesca, sementes, mudas, insumos, ferramentas e maquinário agrícola. A intenção é fazer com que os indígenas mantenham a produção e não precisem se deslocar aos centros urbanos, evitando, assim, o risco de contágio.

Veja mais notícias sobre CidadesAmazôniaNotícias.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 23 Janeiro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/