Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sexta, 23 Outubro 2020

Em Roraima, astrônomo amador registra passagem do cometa Neowise

O astrônomo amador Abreu Mubarac, presidente do Clube de Astronomia de Roraima, registrou a passagem do cometa Neowise no céu da capital. Os cliques foram compartilhados nesta terça-feira (28) com a reportagem.

Descoberto em março pela agência espacial americana (Nasa), o Neowise é um dos poucos cometas do século XXI que podem ser vistos a olho nu. Ele ficou visível no dia 3 de julho e chegou no ponto mais próximo da Terra em 23 de julho.

Foto: Abreu Mubarac/Arquivo Pessoal

"Como está em época de chuvas, não fui com muitas esperanças de conseguir ver. Mas por volta das 19h, quando o céu ficou mais escuro comecei a fotografar na direção onde eu vi que ele estava, olhando um aplicativo de astronomia, e em uma da fotos ele apareceu", disse Mubarac.

De acordo com Mubarac, para tirar as fotografias foi necessário ir até uma área mais afastada das luzes da capital, no bairro Caçari, zona Leste. Os registros foram feitos em 20 de julho.

"Primeiro vi ele através de foto e depois tentei ver visualmente, o que se mostrou difícil, sendo possível ver mais detalhes só através da visão periférica, olhando indiretamente", contou.

Conforme a Nasa, o cometa só deve ficar visível novamente daqui 6.700 anos. Para Murabac, a chance única tornou o momento ainda mais marcante.

"Me senti muito feliz. Todo astrônomo amador deseja ver um cometa pelo menos uma vez na vida, afinal é um fenômeno mais raro de ver. A última vez que aconteceu algo parecido foi em 1997, com o Hale-Bopp. Na maioria das vezes, só é possível ver os cometas através de telescópios", disse.

Veja mais notícias sobre CidadesRoraima.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 23 Outubro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/