Manaus 30º • Nublado
Quinta, 01 Dezembro 2022

Doze cidades em situação de alerta ou risco para dengue, zika e chikungunya no Amazonas

Doze cidades em situação de alerta ou risco para dengue, zika e chikungunya no Amazonas
No estado do Amazonas, 12 cidades estão em situação de alerta ou risco de surto de dengue, zika e chikungunya, de acordo com o novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2018. Desse total, uma está em risco de surto das doenças. Outras 11 aparecem em alerta e 31 estão em situação satisfatória.

Em situação de risco: Guajará. Em situação de alerta: Coari, Humaitá, Itacoatiara, Jutaí, Lábrea, Manaus, Novo Airão, Novo Aripuanã, São Gabriel da Cachoeira, Tefé, e Tonantins.

A capital do estado, Manaus, está em situação de alerta. No Amazonas, a maior parte dos criadouros encontrados estavam em depósito de água (444), seguida de depósitos de lixo (299) e domiciliar (236).

Foto: Divulgação/Jornal da USP


Todas as capitais do país realizaram um dos monitoramentos de mosquito: 25 realizaram o LIRAa; e duas, armadilhas. Na Amazônia, apenas Macapá, no Amapá, apresenta índices satisfatórios. As capitais com índices em estado de alerta são: Manaus (AM), São Luís (MA), Belém (PA) e Porto Velho (RO).

Leia Mais: Acre registra 2.220 casos de dengue até a primeira quinzena de outubro

Já as capitais Palmas (TO), Boa Vista (RR) Cuiabá (MT) e Rio Branco (AC) estão em risco de surto de dengue, zika e chikungunya por apresentarem Índice de Infestação Predial (IIP) igual ou superior a 4%. Todas as formas de coleta de dados ocorreram no período de outubro e novembro deste ano.

Veja mais notícias sobre Cidades.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 01 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/