Manaus 30º • Nublado
Domingo, 28 Novembro 2021

A ‘Caixa Mágica do Natal’ aborda perdas e sonhos de criança

O musical amazonense A Caixa Mágica do Natal é a grande atração deste fim de ano no Teatro Amazonas. Com entrada gratuita o público local tem a oportunidade de conhecer em dias alternados dois elencos diferentes, um conta a história de Malu e outro de Cadu, criados pela avó após a perda da mãe as crianças desacreditaram da mágica e do poder da época natalina.

No elenco Malu a atriz e cantora amazonense Evelyn Felix interpreta a mãe e protagoniza um dos pontos altos do espetáculo, como um anjo, Evelyn voa no palco do Teatro Amazonas numa cena cheia de emoção que é marcada também pela interpretação da simbólica música "Hallelujah". 

"A minha personagem chega num momento no qual ninguém mais acredita em nada. A peça é bem atual, estamos passando por momentos em que a gente perde a esperança, neste ano o natal é uma data em que muitos familiares não vão poder se encontrar e fazer o que faziam nos anos passados. Apareço com essa mensagem de que o amor salva, que pode mover montanhas.. vivenciando essa realidade do distanciamento social você começa a sentir a importância dessas coisas", conta Evelyn.

A cena de Evelyn é feita de forma triunfal, suspensa no ar, enquanto veste um figurino que pesa 22 kg com uma entrada anunciada pela iluminação do Teatro que pisca em diferentes cantos dos camarotes e da plateia deste que é um dos palcos mais importantes do Brasil.

"A gente quer fazer as pessoas sentirem o amor, o toque, mesmo a distância que a arte é capaz de traduzir. A música e a forma como eu a interpreto é uma maneira de passar isso", ressalta a atriz.

O espetáculo foi premiado como Melhor Musical do Norte em 2019 e recebeu também reconhecimento a nível nacional pela maquiagem e figurino. A alta qualidade dos Corpos Artísticos da Secretaria de Cultura do Amazonas (SEC) pode ser notada no musical desde o início até o desfecho da Caixa Mágica do Natal.

Arte e Responsabilidade

O Teatro Amazonas funciona com 50% de sua capacidade e a população pode gratuitamente assistir ao espetáculo através de agendamentos que são feitos no próprio site do Teatro. O musical é apresentado com intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais), audiodescrição e receptivo para atender ao público de pessoas com deficiência.

"A plateia antigamente tinha muita criança, muita risada, aplauso, gente que levantava. Agora parece que as pessoas estão com medo, você sente uma manifestação menor até porque o público foi reduzido na metade, todos estão com máscara mas ainda assim sentimos uma plateia mais retraída. Tinham cenas que a gente se abraçava, agora isso não existe mais", conta Evelyn ressaltando que todas as medidas são necessárias e sentidas pelo elenco. 

Carreira Nacional

A atriz teve seu trabalho projetado nacionalmente quando interpretou juntamente com Leandra Leal uma prostituta chamada Val num garimpo ilegal para a série Aruanas. A série passa uma mensagem a respeito do desmatamento, da prostituição infantil na região Norte, sobre o genocídio indígena na Amazônia motivada também pelo garimpo ilegal.

A obra foi gravada nas cidades de Manaus e Manacapuru em 2018 e exibida no ano seguinte para o Brasil e mais de 120 países através da plataforma de streaming GloboPlay, o trabalho consolida Evelyn Felix como um dos nomes em ascensão na dramaturgia amazonense. 

Veja mais notícias sobre CulturaAgendaArte.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 28 Novembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/