Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Segunda, 10 Agosto 2020

10 descobertas científicas realizadas na Amazônia

10 descobertas científicas realizadas na Amazônia
As pesquisas científicas realizadas na Amazônia buscam não só soluções para problemas que afligem a região, mas também conhecimento sobre a biodiversidade. Nesta lista, o Portal Amazônia destaca algumas delas.1 - Existência de grandes cidades indígenasEscavações realizadas nas proximidades do município de Iranduba, no Amazonas, mostram que na região existiram grandes sociedades indígenas e que havia recursos e conhecimento para alimentar essa população. No período que vai de 750 e 1230, a região era formada por um cacicado enorme. Com mais de 20 hectares, a tribo se estendia por vários quilômetros na margem do rio e reunia dezenas de aldeias onde viviam milhares de índios.2- Poeira do Saara influencia na formação de chuvas da AmazôniaPesquisa realizada pela Nasa aponta que a poeira do Saara atravessa o Atlântico e chega até a região amazônica. A poeira do deserto tem uma influência importante no regime de chuvas da Amazônia. As informações foram publicadas na revista Nature Geoscience e divulgadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).3- Dois meteoros caíram na Amazônia nos últimos vinte anosA Nasa divulgou um mapeamento de pequenos asteroides que caíram na Terra nos últimos 20 anos em todo mundo, incluindo dois registros, um no Estado do Amazonas e Pará. De acordo com Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais(Inpe), dos 56 bólidos [meteoros] cujas coordenadas geográficas foram fornecidas pela Nasa, dois ocorreram sobre a Região Norte e durante o dia.4 - Cientistas do Amazonas criam bactéria para despoluir riosA Amazônia tem vários casos de contaminação de mércurio advinda da poluição gerada por garimpos ilegais. Estudantes do curso de biotecnologia da Universidade Federal criaram uma bactéria que é capaz de se alimentar do mercúrio da água e eliminá-la. A ideia é utilizar a bactéria para despoluir os rios da região.5 - Pesquisa relaciona redução do tamanho de peixes ao desmatamento na AmazôniaO desmatamento na Amazônia está provocando a redução do tamanho de espécies depeixes na região. A constatação é de uma pesquisa desenvolvida no Instituto de Biociências (IB), da Universidade de São Paulo (USP), que demonstra que a diminuição de árvores no curso dos rios tem aumentado a temperatura e influenciado na diminuição do tamanho dos peixes.6 - Jabuti-amarelo habita áreas alagadas na AmazôniaOs jabutis habitualmente vivem sobre as árvores. Mas de acordo com pesquisa, na Amazônia, uma das únicas espécies terrestres entre os quelônios brasileiros, o jabuti-amarelo, também habita áreas que permanecem totalmente alagadas por quase cinco meses ao ano. O comportamento inédito da espécie foi divulgado no artigo publicado na edição de outubro da Oryx, revista científica internacional sobre conservação da biodiversidade e uso sustentável dos recursos naturais.7 - Inpa estuda controle do Aedes aegypti com larva do mosquito elefanteO Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) estuda utilizar as larvas do mosquito elefante, predadoras dos mosquitos causadores da malária e febre amarela, para controlar a população dos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus, transmissores da dengue, da febrechikungunya e do zika vírus. 8 - Guaraná da Amazônia pode gerar biocombustívelUtilizado como matéria-prima em indústrias farmacêuticas e de bebidas, o guaraná(Paullinia cupana kunth) também poderá ser usado para obtenção de biocombustíveis, segundo o projeto de pesquisa desenvolvido pela mestranda Janainna Chaves Pereira. O projeto avalia o uso do guaraná para obtenção de energia limpa a partir de uma fonte renovável. Além disso o uso do fruto para produção de biocombustível iria contribuir para o desenvolvimento regional.9 - Pesquisa desenvolve pão amazônico sem glúten, açúcar, lactose ou gorduraPão feito a partir de fibras amazônicas não levam glúten, açúcar, lactose ou gorduras. Feito das fibras do caroço de açaí e do ouriço da castanha, o produto tem características únicas e é destinado especialmente para pessoas que contenham restrições alimentares ou que desejam uma alimentação saúdavel. Um mercado em crescimento nos últimos anos.10 - Substância encontrada na Amazônia pode ser segredo para emagrecimentoResultados preliminares de uma pesquisa realizada no Amazonas, mostram que uma substância chamada amirina, presente numa resina Amazônica, pode ser eficaz no combate ao aumento de peso. Os testes foram feitos em camundongos com uma dieta com alto teor de calorias, utilizando leite condensado, biscoito e chocolate como alguns dos alimentos.

Veja mais notícias sobre Ciência e Tecnologia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 10 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection