Manaus 30º • Nublado
Terça, 31 Janeiro 2023

Nasce em Rondônia o movimento “Depressivos Conhecidos”

Captura-de-Tela-2023-01-24-as-16.14.49

"Janeiro Branco". Assim é conhecido este mês dedicado à conscientização acerca da saúde mental. Em Rondônia, está sendo gestada pelo procurador da República Reginaldo Trindade a criação de um movimento batizado, inicialmente, como "Depressivos Conhecidos", que fará a primeira reunião dia 31, em Porto Velho, em local a ser definido. Informações adicionais pelo celular/WhatsApp (69) 9 8117-3923.

"Não precisamos de julgamentos. Ansiamos por compreensão, compaixão e, por que não dizer, amor das demais pessoas. Hei de nunca mais esconder a minha condição de ninguém, em nenhuma hipótese", prega Reginaldo Trindade, justificando o nome do movimento.

Ele assegura que ainda existe "muito preconceito" em relação à doença. "Sofro de depressão há anos. O aspecto mais cruel da doença é o estigma pelo qual ela é vista pela sociedade. O preconceito é tamanho que acaba repercutindo no próprio doente. Temos vergonha de assumir nossa condição – não raro mesmo para pessoas mais próximas e queridas", narra o idealizador.

Reginaldo Trindade: Idealizador. Foto: Divulgação

"É terrível ter que sorrir quando você está chorando ou mesmo sangrando por dentro".

por Reginaldo Trindade

Parte razoável do preconceito se assenta no desconhecimento que as pessoas têm a respeito. Depressão é uma doença grave — muitas vezes silenciosa e silenciada — e que pode conduzir à morte.

Para esclarecer as pessoas, combater o preconceito e, quem sabe, libertar tantos que sofrem no silêncio, é que Reginaldo Trindade idealizou "um movimento para tentar mudar esse estado de coisas".

Assim, estão convidados os que sofrem de depressão (ou qualquer outra "doença da alma") ou têm algum ente que sofra. Aliás, ainda que esteja "sadio" você pode participar. "O próximo doente pode ser você", pontua Trindade.

Cinco tipos

Segundo o médico e escritor Augusto Cury, uma em cada duas pessoas vai desenvolver algum tipo de doença mental ao longo da vida. Há, basicamente, cinco tipos de depressão: Depressão Maior, Distimia, Ansiosa, Psicótica e Pós-Parto.

De acordo com o canal Psicólogos.com, "cada pessoa possui suas próprias configurações que as tornam únicas". Isso inclusive dificulta o diagnóstico da depressão, que requer cuidados terapêuticos e médicos.

A sensação persistente de tristeza ou perda de interesse que caracterizam a depressão podem levar a uma variedade de sintomas físicos e comportamentais. Estes podem incluir alterações no sono, apetite, nível de energia, concentração, comportamento diário ou autoestima. A depressão também pode ser associada a pensamentos suicidas.

Sobre o autor

Às ordens em minhas redes sociais e no e-mail: . Todas às segundas-feiras no ar na Rádio CBN Amazônia às 13h20.

*O conteúdo é de responsabilidade do colunista

Veja mais notícias sobre RondôniaJotaÓ escreve.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 31 Janeiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/