Manaus 30º • Nublado
Sexta, 09 Dezembro 2022

Ginastas de Vilhena destacam-se no JEB's nacional, no Rio de Janeiro

WhatsApp-Image-2022-11-13-at-10.39.33

Os Jogos Brasileiros Escolares (JEB's) são a maior competição escolar do Brasil. Neste ano, o evento é realizado de 31 de outubro até 15 de novembro no Parque Olímpico do Rio de Janeiro (RJ), reunindo representantes de todos os Estados. O município de Vilhena (RO) marcou presença, com muita visibilidade e talento de sobra, que arrancaram elogios dos comentaristas que transmitiram as provas. Destaque para a equipe de ginasta rítmica que conquistou o primeiro lugar no bronze, na categoria infantil, individual, com arco e bola.

Treinando desde 2018 pela Associação de Ginástica Vilhenense (AGIV), atualmente com a professora Igla Dencker, compuseram a delegação as atletas Pietra Vitória da Rocha Golfetto, Ana Cristina Cantoni, Donatella Nunes, as três de Vilhena; e Sarah Becker, de Porto Velho. No geral, as rondonienses foram campeãs da série cobre, ficando em primeira lugar.

Delegação de Rondônia. Foto: Divulgação

As representantes de RO tiveram treinamento nos dias 10 e 11 e, neste sábado (12/11), aconteceu o momento de gala, quando as campeãs subiram ao pódio. As nossas ginastas saíram de Vilhena no domingo (6), passaram a segunda-feira (7) treinando em uma escola de Porto Velho e embarcaram para o Rio de Janeiro dia 8.

A ginástica rítmica, também conhecida como GR, é uma ramificação da ginástica que possui infinitas possibilidades de movimentos corporais combinados aos elementos de balé e dança teatral, realizados fluentemente em harmonia com a música e coordenados com o manejo dos aparelhos próprios desta modalidade olímpica, que são a corda, o arco, a bola, as maças e a fita.

A professora Deisielle Sgamate Prado [atualmente fazendo mestrado nos Estados Unidos] foi criadora da AGIV e quem "descobriu" muitos talentos em Vilhena. Mesmo à distância, ela acompanha o desenvolvimento de suas pupilas.

A alegria das atletas infantis. Foto: Divulgação

Orgulho da mãe

Entrevistei a mãe de Pietra Vitória da Rocha Golfetto, que falou em nome das demais "corujas". Pietra nasceu em Vilhena, tem 12 anos, é filha de Josy Mary da Rocha e Idalcir Golfetto. Cursa o 7º ano na Escola Estadual "Luiz Carlos Paula Assis".

Pietra brilha em sua apresentação. Foto: Divulgação

Professora da rede pública municipal, Josy Mary é a grande incentivadora de Pietra Vitória. Ela conta que a menina faz jus ao nome. É que, desde o ventre, sempre mostrou a garra e a determinação de viver e vencer. "A gestação da Pietra foi de risco. Com três meses tive início de aborto e, no decorrer da gravidez, enfrentei várias ameaças de parto prematuro, ou seja, minha filha sempre foi determinada", conta Josy Mari, sem esconder a emoção e o orgulho.

Ainda segundo a mãe da atleta, a maior dificuldade para as ginastas vilhenenses é a falta de espaço adequado para treinamento. "Elas giram pela cidade para conseguir agendamentos nas quadras e no ginásio não apropriados. Há projetos [de mais valorização], porém tudo ainda está no papel", discorre Josy. 

Sobre o autor

Às ordens em minhas redes sociais e no e-mail: . Todas às segundas-feiras no ar na Rádio CBN Amazônia às 13h20.

*O conteúdo é de responsabilidade do colunista 

Veja mais notícias sobre JotaÓ escreve.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 09 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/