ICMBio lança plataforma com dados sobre espécies ameaçadas de extinção

O usuário pode fazer consultas por recortes que já estão prontos na plataforma, por bioma e categoria das espécies.

Uma nova plataforma lançada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) reúne dados de quase 15 mil espécies avaliadas quanto ao risco de extinção. 

A plataforma, que ganhou o nome SALVE, busca facilitar a gestão do processo de avaliação de espécies ameaçadas e contribuir para a geração de conhecimento e implementação de políticas públicas para o país.

Foto: Reprodução/ICMBio

Rodrigo Jorge, coordenador de Avaliação das Espécies da Fauna em Risco de Extinção do ICMBIO, ressalta que é fundamental contar com uma plataforma com esse nível de detalhamento e organização de dados, que deverão ser atualizados em ciclos de dez anos.

Outro destaque do ‘Salve’ é a transparência, já que o sistema pode ser acessado por qualquer pessoa que queira consultar as informações, seja por bioma, como a Amazônia, ou pela classificação dos animais, se estão em risco de extinção ou não.

O usuário pode fazer consultas por outros recortes que já estão prontos na plataforma e também dá para fazer associações com diferentes filtros. É possível inserir na busca a espécie pretendida, tanto pelo nome comum, quanto pelo nome científico, e obter dados como grupo, categoria, última avaliação, estados, bioma, classificação taxonômica, distribuição, história natural, entre outros. Os dados podem ser baixados pelo usuário.

Do total de espécies avaliadas na plataforma, mais de cinco mil e quinhentas possuem ficha publicada e mais de 1200 estão em alguma categoria de ameaça. 

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Novo santuário de árvores gigantes na Amazônia é revelado no oeste do Pará

No novo santuário, cientistas descobriram pelo menos mais 38 árvores de grande porte, duas delas com mais de 80 metros de altura.

Leia também

Publicidade