Manaus 30º • Nublado
Terça, 06 Dezembro 2022

Projeto “Bella Causa” lança série de reportagens sobre o mês de combate a crimes sexuais contra crianças e adolescentes

Em alusão a campanha nacional "Maio Laranja", a Fundação Rede Amazônica através do projeto "Bella Causa", lança nesta quarta-feira (18), uma série de reportagens que vão mostrar a atividade desenvolvida por projetos que acolhem, apoiam e capacitam para o mercado de trabalho vítimas de crimes sexuais. 

O primeiro episódio será lançado na manhã desta quarta-feira (18), no jornal "Bom dia Amazônia" exibido na Rede Amazônica - Afiliada Globo e conta com a participação do projeto "Ana Por Elas", criado por Ana Brito, uma empresária que foi vítima de crimes sexuais quando criança e hoje, ajuda mulheres de todas as idades que passam pelo mesmo trauma. "Eu sempre ouvi histórias de mulheres que passaram o que eu passei e sempre gostei de fazer ações solidárias. Devido o que aconteceu comigo eu perdi muito minha autoestima e como eu queria ajudar as mulheres, o ser humano, mesmo com minha dor e com a minha revolta, entrei na área da beleza, eu comecei a fazer ações", declarou.

Através de um novo visual e uma boa conversa, Ana desenvolve uma amizade com as meninas que atende, em seguida, as encaminha a profissionais parceiros. "Eu atendo elas através das redes sociais, trago elas para o salão, transformo a autoestima e ao mesmo tempo converso com elas. E elas se abrem comigo porque eu as entendo. Eu sei o que elas estão sentindo. Após isso, respeitando a vontade de cada uma, eu encaminho aos nossos psicólogos ou aos advogados", declarou.

A Casa Mamãe Margarida, que tem quase quarenta anos (40) de atuação em Manaus atende meninas de até 18 anos que foram vítimas de violência sexual e estavam em vulnerabilidade social também participa do primeiro episódio da série. A instituição tem dois métodos de acolhimento: institucional e básico. "Hoje no acolhimento institucional temos vinte (20) crianças e adolescentes. É realizado um trabalho com bastante delicadeza as adolescentes que chegam grávidas dos agressores. A gente faz acompanhamento médico durante toda a gestação e também o emocional. A gente trabalha muito para que elas entendam que o que aconteceu com elas foi ruim, mas que a criança não tem culpa. Nós também temos o acolhimento básico voltado a duzentas e oitenta crianças da comunidade", informou.

O local disponibiliza atendimento psicológico a todas as crianças e adolescentes, escola do quinto ao segundo ano e ainda, atividades de dança, jogos, visitas com as equipes à shoppings e locais turísticos, entre outros.

Sobre o projeto Bela Causa

O Movimento Bella Causa tem o objetivo de despertar a sociedade para os problemas sociais que envolvem crianças e adolescentes da região, em especial o abuso e a exploração sexual infantil que tem números alarmantes.

Sobre a FRAM

A Fundação Rede Amazônica é o braço institucional do Grupo Rede Amazônica, comprometida com a integração e desenvolvimento da Amazônia, com a missão de capacitar pessoas, articular parcerias e contribuir para o desenvolvimento social, ambiental e científico-tecnológico da região.

Para mais informações basta acessar as redes oficiais da FRAM:

Youtube- https://www.youtube.com/canalfram

Facebook - https://www.facebook.com/fundacaoredeam

Instagram- https://www.instagram.com/fundacaoredeam/

Veja mais notícias sobre FRAM.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 06 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/