Personagens do quadro “Consciência Limpa” vencem o “Oscar” da arquitetura brasileira

Os personagens do quadro “Consciência Limpa”, produzido pela Fundação Rede Amazônica, foram vencedores do principal prêmio de arquitetura do Brasil. O episódio foi exibido no dia 05 de fevereiro e destacou as inovações que estão moldando a Construção Civil rumo a práticas mais alinhadas com os princípios ESG.

“Ficamos felizes por ter contado a história dessa história que agora é um empreendimento premiado nacionalmente. Acredito também que na reportagem conseguimos passar a visão de quem pensou e estruturou esse projeto de uma forma bem humanizada e mostrando a preocupação dos arquitetos e empresa com o meio ambiente.”, destacou Leonardo Matheus, repórter da Fundação Rede Amazônica.

O empreendimento foi anunciado como o vencedor, na categoria Sustentabilidade, do Prêmio Saint-Gobain AsBEA de Arquitetura, um reconhecimento importante no cenário arquitetônico nacional. A cerimônia ocorreu em São Paulo.

“O reconhecimento do Botânica Office como vencedor deste prestigiado prêmio é uma prova do compromisso da Engeco com a inovação e a excelência na arquitetura”, afirmou o diretor-presidente da Engeco, Porfírio Saldanha.

“Consciência Limpa” é um quadro no telejornal “Bom dia Amazonas” e “Bom dia Sábado” dedicado a apresentar iniciativas sustentáveis e inovadoras na região amazônica, focando em projetos de preservação do meio ambiente e a valorização das comunidades locais.

“Trabalhar a comunicação como instrumento de divulgação de boas práticas e iniciativas é determinante para promover o engajamento da sociedade como um todo, para que ela se mobilize em torno das principais causas da sua comunidade”, destacou Mariane Cavalcante, diretora executiva da Fundação Rede Amazônica.

Além do quadro no telejornal o conteúdo também fica disponível no GloboPlay e Redes Sociais da Fundação Rede Amazônica. Lá o público pode ter acesso às soluções e alternativas voltadas para a conservação da biodiversidade na região mais verde do planeta.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Camu-camu é usado para enriquecer farinha de mandioca

Desidratados sob diferentes métodos tecnológicos, os resíduos agroindustriais de frutos de camu-camu, adicionados à farinha de mandioca, incrementaram significativamente os produtos finais.

Leia também

Publicidade