Fundação Rede Amazônica, Idesam e Sthorm unem forças para apoiar comunidades tradicionais afetadas pela seca no Amazonas através da campanha ‘Regatão do Bem’. Saiba mais:

Os municípios que serão contemplados na primeira fase da ação emergencial são: Maués, Tefé, RDS- Uatumã, Carauari, Lábrea e Tapauá.

A Fundação Rede Amazônica (FRAM) em parceria com a Sthorm decidiu unir forças com o Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia(IDESAM) para apoiar comunidades tradicionais do Amazonas que estão sendo afetadas pela seca, através da campanha ‘Regatão do Bem’. Os municípios que serão contemplados na primeira fase da ação emergencial são: Maués, Tefé, RDS- Uatumã, Carauari, Lábrea e Tapauá.

Para potencializar o apoio às famílias atingidas pela seca, durante a programação do Sthorm Festival, que acontecerá neste sábado (07) no município de Maués, localizado a 267 km, em linha reta, da capital Manaus, a organização do evento também irá divulgar a chave pix contato@idesam.org para arrecadação específica ao evento, a fim de atrair novos parceiros dispostos a contribuir com a campanha. A prestação de contas estará disponível na página da campanha em www.idesam.org/regataodobem. Nenhuma organização terá porcentagem do valor doado.

 Sobre a Fundação Rede Amazônica

A Fundação Rede Amazônica, é o braço institucional do Grupo Rede Amazônica, atua há 38 anos com os objetivos de capacitar pessoas, articular parcerias, desenvolver projetos e programas que contribuem para a proteção e desenvolvimento da Amazônia.

Sobre o IDESAM

O Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia é uma Oscip com atuação na Amazônia Legal. Desde 2004, trabalha pela conservação e desenvolvimento sustentável da Amazônia e suas populações. Teve o reconhecimento como uma das 100 melhores ONGs do Brasil em 2022 e como a melhor organização ambiental da Região Norte pelo prêmio Melhores ONGs 2020.

Sobre a campanha ‘Regatão do Bem’

O Regatão do Bem, iniciativa social idealizada pelo Idesam, que se fortaleceu bastante durante a pandemia gerada pela Covid-19, e que tem por objetivo apoiar comunidades tradicionais que passam dificuldades. E que em outubro de 2023 terá como foco, o apoio às comunidades tradicionais do Amazonas afetadas pela seca.

+Informações: https://idesam.org/noticia/idesam-reativa-campanha-regatao-do-bem-para-apoiar-comunidades-tradicionais-afetadas-pela-seca-no-amazonas/

Sobre a Sthorm

A Sthorm é um centro de inteligência brasileiro que se dedica ao desenvolvimento tecnológico e às descobertas científicas para resolver problemas globais.

Sobre o ‘Sthorm Festival em Maués’

No dia 07 de outubro, Maués entrará para a história no Amazonas como a cidade que promoverá uma agenda de debates sobre sustentabilidade e ciência a nível mundial, com o evento “Sthorm Festival Maués”. Nomes como Matt Sorum (Guns’nRoses e Velvet Revolver), Bob Richards (cofundador da Space University e da Singularity University), Scott Bagby (Skype), Sue Ann Clemens (professora de Saúde Global, Vacinologia e Doenças Infecciosas Pediátricas na Universidade de Oxford) e Fábio Calderaro (Gestor do Centro de Biotecnologia da Amazônia – CBA) estão entre os participantes do evento, que tem o Governo do Amazonas como apoiador.

O festival promete uma rica programação voltada ao uso de novas tecnologias que auxiliem no cuidado com o meio ambiente, a saúde pública e o desenvolvimento sustentável de Maués e do Amazonas. Entre as atrações, está prevista uma série de palestras e debates sobre soluções que podem realmente ajudar a tornar o mundo um lugar melhor, desde performances cativantes de artistas lendários a discussões instigantes com renomados cientistas de todo o mundo.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Portal Amazônia responde: qual a função de uma ‘área de preservação permanente’?

As APP são consideradas um instrumento essencial à política de preservação ambiental.

Leia também

Publicidade