Chimbinha revela motivo de separação com Joelma

Casal se separou em 2015. Foto: Reprodução/Site oficial Banda Calypso

Um ano e meio após se separar de Joelma, em meio a muitos barracos, Chimbinha resolveu voltar ao assunto e falar das brigas que motivaram o fim do casamento dos dois, em agosto de 2015. O ex-guitarrista da banda Calypso gravou uma participação no quadro ‘Elas querem saber’, comandado por Val Marchiori e Thammy Miranda, e disse que a culpa da separação foi do pastor da igreja frequentada pela cantora. O teor da entrevista, que ainda não foi ao ar, foi publicado no blog pessoal de Val.

“Ele fez revelações exclusivas, começou a falar da briga dele com a Joelma, do divórcio e contou por que ele resolveu se separar de vez dela. Disse que a ‘culpa foi do pastor’. Que ela começou a dar tudo para Igreja, que ele não aguentava mais. Que ‘deu fazenda, carro, apartamento e muito mais para a Igreja’… Que ele acordava e o pastor estava na casa, estava lá com eles! Que tinha culto, gritaria, muita reza e tudo mais! Hello! Não é fácil, não! Mas essa é a versão dele… Não dá para saber o que realmente aconteceu!”, narra ela.

Segundo a apresentadora, Chimbinha também confirmou a notícia publicada no jornal Extra, de que Joelma teria colocado fogo nas roupas e nos sapatos dele. “Hello! Imagina isso? Será que foi por ataque de ciúmes? Ou porque ela não aguentava mais conviver com as coisas dele! Hello! Mulher quando fica brava, fica mesmo! Não leva desaforo para casa”.

Guitarrista assume romance

Val conta ainda que o guitarrista assumiu que está vivendo um romance com Karen Kethlen. “Segundo o Chimbinha, eles estão se conhecendo melhor, estão ficando, por enquanto! Hello! Será que ela pensa assim também? Mas ele está certo! Não é fácil separar, após um casamento de tantos anos e já começar a namorar. Tem que aproveitar mesmo! Mas pelo que ele disse, até nisso ele está sossegado, que agora está querendo curtir a vida, de forma mais relaxada e aproveitar a família”, comenta a apresentadora. Saiba mais no iBahia

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

‘Jamary’: premiado curta amazonense terá versões para TV e cinema

A produção do curta-metragem 'Jamary' teve início em 2020, quando Begê Muniz foi contemplado com o Edital Conexões Culturais Manaus - Lei Aldir Blanc.

Leia também

Publicidade