Ator da Globo é acusado de assédio; emissora se pronúncia

A figurinista da Globo que acusou José Mayer de assédio no começo do mês decidiu falar sobre o assunto. Em artigo publicado no jornal ‘Folha de S. Paulo’, Susllem Tonani, de 28 anos, contou que o ator ‘colocou a mão esquerda na sua genitália’ em fevereiro deste ano, ‘na presença de outras duas mulheres’. A emissora disse que o ‘assunto foi apurado e as medidas necessárias estão sendo tomadas’.

No texto publicado na madrugada desta sexta-feira (31), a figurinista detalhou cantadas, assédio físico e ofensas. “Trabalhando de segunda a sábado, lidar com José Mayer era rotineiro. E com ele vinham seus ‘elogios’. Do ‘como você se veste bem’, logo eu estava ouvindo: ‘como a sua cintura é fina’, ‘fico olhando a sua bundinha e imaginando seu peitinho’, ‘você nunca vai dar para mim?'”, diz em parte do depoimento.

Foto: Divulgação
Ela continuou o relato: “em fevereiro de 2017, dentro do camarim da empresa, na presença de outras duas mulheres, esse ator, branco, rico, de 67 anos, que fez fama como garanhão, colocou a mão esquerda na minha genitália”.

O artigo foi retirado do ar, pois, segundo o jornal, “desrespeitava a o princípio editorial de só publicar acusações após buscar os argumentos da parte acusada”. O ator respondeu à publicação: “respeito muito as mulheres, meus companheiros e o meu ambiente de trabalho e peço a todos que não misturem ficção com realidade”.
Ainda à “Folha”, Zé Mayer afirmou que “as palavras que me atribuíram são próprias de machismo e da misoginia do personagem Tião Bezerra, não são minhas. Nesses 49 anos trabalhando como ator sempre busquei e encontrei respeito e confiança em todos que trabalham comigo”. Saiba mais no iBahia.

A Globo se posicionou sobre o caso. Veja a nota na íntegra:

“A Globo repudia toda e qualquer forma de desrespeito, violência ou preconceito. E zela para que as relações entre funcionários e colaboradores da emissora se deem em um ambiente de harmonia e colaboração, de acordo com o Código de Ética e Conduta do Grupo Globo. Todas as questões são apuradas com rigor, ouvidos todos os envolvidos, em busca da verdade. Desta forma e tendo o respeito como um valor inegociável da empresa, esse assunto foi apurado e as medidas necessárias estão sendo tomadas. A Globo não comenta assuntos internos”
Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Pará abre consulta pública sobre concessão florestal na Unidade de Recuperação Triunfo do Xingu

A Semas e o Ideflor-Bio incentivam a participação ativa da sociedade, reforçando a importância da consulta pública para um processo democrático e inclusivo.

Leia também

Publicidade