Manaus 30º • Nublado
Segunda, 29 Novembro 2021

Estudante realiza ensaio fotográfico com jiboia de estimação para eternizar amor

whatsapp-image-2021-09-07-at-09.51.59-2-
Foto: Zoom Photo Pet

Com direito à lacinho roxo e várias poses, a estudante de medicina veterinária, Emy Marinho, de 28 anos, fez um ensaio fotográfico para eternizar o amor dela por Lilith, uma jiboia argentina de dois metros, criada há três anos como animal de estimação.

Emy tem Lilith desde que ela era uma cobra "bebê" e a legalizou junto ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Além de ser a pet exótica da estudante, a jiboia já foi personagem de estudos, fotos e atividades acadêmicas de amigos.

"Lilith é registrada no Ibama, tendo inclusive um microchip de identificação e documentação, tudo certinho. Desde então, eu tenho usado a Lilith para educação ambiental, tenho usado ela para ensinar crianças a lidar com cobras".

Emy conta que as fotos que retrataram a personalidade das duas foram feitas a convite da empresa Zoom Photo Pet, especializada em fotografar animais de estimação em Boa Vista. A experiência foi "maravilhosa", conta.

Foto: Zoom Photo Pet

 A estudante disse que o resultado fez com que ela melhorasse a autoestima e a encarar de forma leve inseguranças que antes tinha com o próprio corpo.

"Uma coisa que fez eu não ter nenhum ensaio com a Lilith, até então, é o grande preconceito das pessoas por conta do corpo alheio. Então, sempre ficava receosa, com vergonha."

"Me dei conta que o corpo perfeito é o corpo que eu tenho agora. Esse ensaio levantou muito minha autoestima, eu tô me sentindo muito mais maravilhosa", disse.
Foto: Zoom Photo Pet
Emy relata que seu interesse por animais exóticos surgiu quando tinha 12 anos e se deparou com uma cobra enquanto estava em um acampamento. Desde então ela nutre esse interesse peculiar.
"Eu sou apaixonada por animais diferentes. Desde pequenininha eu pegava aranha, pegava sapo, vários bichinhos assim. Minha mãe só faltava morrer, pois eu chegava com sapo dentro da bolsa, com aranha na mão, e ela morre de medo".
Lilith não foi a primeira cobra criada pela estudante. Emy tinha uma outra jiboia que morreu há quatro anos, momento em que Lilith entrou em sua vida.
"A Lilith me tirou de uma depressão. Ela me deu forças para levantar. Eu amo demais ela, é o meu amor. Quando a minha primeira cobra morreu, eu fiquei muito deprimida. A Lilith chegou e me trouxe a alegria de volta. O ensaio veio para celebrar esse amor".
Foto: Zoom Photo Pet

Criar um animal desse tipo é algo que demanda cuidado. Emy indica que, primeiramente, é necessário que quem tiver interesse em ter uma cobra, observe formas de alimentá-la. E sempre adquira de forma legal.

"Quem quiser ter um animal como a Lilith é preciso começar a pensar na alimentação. Onde você vai conseguir, se você vai conseguir. Ter preparado um terrário, o ambiente que ela vai ficar. Só depois, adquirir o animal em um criatório legalizado pelo Ibama. É importante sempre adquirir de forma legal".

As imagens do ensaio fotográfico podem ser acessadas através do instagram da Zoom Photo Pet. 

Veja mais notícias sobre Roraima.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 29 Novembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/