Manaus 30º • Nublado
Domingo, 27 Novembro 2022

Retrospectiva 2021: Confira o que aconteceu neste ano no Maranhão

vista-aerea-sao-luis-maranhao-foto-divulgacao-setur-sao-luis

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na atualização divulgada em 2021, o Maranhão é o Estado com o maior número de municípios na Amazônia Legal: 181 - dos 217 -, ou seja, 79,3% do seu território. Confira quais foram os fatos e números que marcaram o Estado na 'Retrospectiva 2021 - Maranhão', no Portal Amazônia:

O primeiro bebê

O primeiro bebê de 2021 do Maranhão nasceu às 0h46 do Ano Novo. Ayla Eloá Nogueira da Silva chegou ao mundo na maternidade Nossa Senhora da Penha, em São Luís. A mãe da bebê, Júlia Nogueira dos Santos Costa, de 16 anos e natural do Rio de Janeiro, chegou à maternidade já com seis centímetros de dilatação, já em trabalho de parto, acompanhada da sogra. 

Foto: Divulgação

Nomes mais registrados

João Miguel foi o nome mais registrado em 2021 no Maranhão pelo segundo ano consecutivo. Logo em seguida, estão Gael e Arthur, de acordo com o ranking de nomes mais registrados no país da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (ARPEN).

Quanto aos nomes femininos, Maria Cecilia e Maria Alice foram os mais registrados, que ocupam a segunda e a sétima posição no ranking. Confira a seguir os 10 nomes mais registrados em 2021 no Maranhão: 

Foto: Portal da Transparência do Registro Civil/Arpen

Nascimentos e mortes

Ainda de acordo com dados da Arpen, em 2021, foram 98.792 nascimentos no Estado até a conclusão desta matérias. A capital São Luís liderou com 13.393 registros, enquanto o município com o menor número foi Pinheiro, com apenas seis. O número de óbitos chegou a 32.233 em todo o Estado.

Casamentos

Em 2021, 13.725 casais decidiram subir ao altar para oficializar o matrimônio. Foram 794 a mais que em 2020. Os municípios de Matões do Norte, Monção, Nina Rodrigues, Santo Antônio dos Lopes registraram apenas um casamento cada.

Foto: Divulgação

Rayssa Leal

Jhulia Rayssa Mendes Leal, mais conhecida como Rayssa Leal, ou apenas "fadinha", é uma adolescente skatista, natural de Imperatriz (MA). É chamada de "fadinha do skate" desde os oito anos, quando teve seu vídeo fazendo manobras de skate fantasiada de fada viralizado na internet. 

Em 2021, Rayssa conquistou a medalha de prata na categoria street nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 e encantou o Brasil e o mundo. Aos 13 anos, se tornou a 7ª medalhista mais jovem em toda a história dos Jogos Olímpicos de Verão. 

Foto: Reprodução/Instagram-rayssalealsk8

Covid-19 e vacinação

Em 2021, o Estado chegou a 370.349 casos e a 10.374 óbitos por Covid-19, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES). Quanto à vacinação, foram aplicadas o total de 8.507.151 de doses, sendo 4.528.063 da primeira dose, 3.488.148 da segunda dose, 376.175 da dose de reforço e 114.765 da dose única. 

Foto: Tânea Rêgo/Agência Brasil

Inundação

Em março, uma forte chuva registrada em São Luís na manhã do dia 15, causou transtornos logo nas primeiras horas do dia. Diversos pontos de alagamento foram registrados na capital maranhense, como na Avenida Daniel de La Touche, da Via Expressa e da Avenida dos Holandeses. Uma árvore tombou no canteiro central de uma das avenidas.

A chuva continuou, e no dia 17 um monumento localizado na região do Anel Viário, no Centro da Capital, desmoronou. Outro ponto de ocorrência foi registrado na Avenida Vitorino Freire, onde a água abriu várias crateras, causando transtornos para os motoristas que passavam pela região. No bairro Vila Maranhão, zona rural da capital, uma erosão se abriu no meio da pista, atingindo parte do acostamento.

Foto: Divulgação

Conta pra gente: lembra de mais algum fato ou curiosidade que marcou seu Estado?  

Veja mais notícias sobre Maranhão.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 27 Novembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/