Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sábado, 26 Setembro 2020

Evento internacional online debate situação dos povos indígenas da bacia amazônica

A situação de abandono enfrentada pelos povos indígenas da bacia amazônica será debatida no evento El Grito de La Selva, que acontece virtualmente nos dias 17 e 18 de julho, a partir das 11h (horário Manaus), por meio do link: https://bit.ly/3h8gzpj

Para assistir acesse a página do Coica no Facebook.

Foto: Reprodução/COICA

Organizado pela Coordenação das Organizações Indígenas da Bacia Amazônica (COICA), o El Grito de La Selva destaca a crescente do número de mortes por Covid-19 entre os indígenas da Amazônia Internacional.

O evento antecede a Assembleia Mundial pela Amazônia e também debaterá os impactos do modelo extrativista e a precariedade da infraestrutura de saúde e de serviços básicos nas comunidades indígenas.

A atividade desta sexta-feira, 17, abordara a temática: Por que os povos indígenas da Amazônia são altamente vulneráveis ao COVID -19? Entre as lideranças participantes estará Sônia Guajajara do Brasil.

Sônia Guajajara (Foto: Reprodução / Facebook)

No sábado, 18, a temática será "O que nós, povos indígenas da Amazônia, propomos para uma vida mais sustentável em tempos de pós-pandemia?" com apresentação artísticas de Djuena Tikuna, do Amazonas.

Confira a programação completa (Horário de Manaus)

Sexta-feira, 17 de julho, a partir das 11h

Diálogo 1: Por que os povos indígenas da Amazônia são altamente vulneráveis ao COVID -19?

11h - Introdução pelo anfitrião Nadino Calapucha

Cerimônia de abertura: Nadino Calapucha e delegados da Colômbia, Suriname e Bolívia.

Abertura e boas-vindas: Nadino Calapucha e José Gregorio Díaz Mirabal (COICA).

11h20 - Por que os povos indígenas da Amazônia são importantes para o mundo?

Moderado por: Nadino Calapucha

- Sonia Guajajara (APIB).

- Cardeal Pedro Barreto Jimeno, Vice-Presidente SJ da REPAM.

11h35 - Realidades do território amazônico e de seus povos indígenas.

Moderador: Juan Carlos Jintiach.

- Lizardo Cauper (AIDESEP).

- Eligio Da Costa Evaristo (ORPIA).

- Sirito Yana Aloema (OIS).

12h10 -O impacto do COVID -19 nos povos indígenas.

Moderadora: Jessika García

-Julho César López (OPIAC).

- Valéria Payer Kaxuyana (COIAB).

- Tomas Candia (CIDOB).

- Jorge Pérez (ORPIO)

- Depoimento de uma pessoa da fronteira peruana.

12h45 - Práticas tradicionais implementadas no território, pelas próprias comunidades e organizações indígenas, para prevenção e ação no âmbito da pandemia.

Moderado por: Segundo Chuquipiondo.

- Robinson López (COICA / Colômbia)

- Tabea Casique Coronado (COICA / Peru).

- Irvin Harvey (COICA / Suriname).

- Tuntiak Katán (COICA / Equador).

13h15 - Ações de autogestão e espaços para captação de recursos.

Moderador: José Gregorio Díaz

- Adolfo Chávez (COICA / Bolívia).

- Elcio Severino Da Silva Machineri (COICA / Brasil).

- Michael John McGarrell (COICA / Guiana).

13h45 - Intervenção artística

Moderado por: Nadino Calapucha

Artistas convidados:

- Rikmar - Equador.

- Associação Los Cantores del Palmar - Bolívia.

- Shipibos Sensation - Peru.


Foto: Reprodução / COICA

Sábado, 18 de julho, a partir das 11h


Diálogo 2: O que nós, povos indígenas da Amazônia, propomos para uma vida mais sustentável em tempos de pós-pandemia?

11h - Introdução do anfitrião Nadino Calapucha

11h05 - Cerimônia de abertura Nadino Calapucha

Venezuela. - Equador. - Brasil.

11h20- Abertura e bem-vindo.

Moderador: José Gregorio Díaz Mirabal.

- José Gregorio Díaz Mirabal.

- Koenia Wapichana, Deputada do Brasil.

11h30 - O modelo extrativista e sua influência nos territórios indígenas.

Moderador: Ricardo Pérez.

- Carmen Josse (EcoScience). Tema: dados sobre o impacto do modelo extrativista na Amazônia.

- Sandra Tukup (CONFENIAE). Tema: Impacto do petróleo e da mineração na Amazônia equatoriana.

- Francinara Baré, Coordenadora Geral da COIAB. Tema: Desmatamento e monoculturas na Amazônia brasileira.

- Harold Rincón (OPIAC). Tema: Desmatamento na Amazônia colombiana.

- Adolfo Chávez (CIDOB). Tema: Impacto dos incêndios na Amazônia boliviana.

12h15 - Mulheres indígenas e seu papel na defesa do território.

Moderador: Jackeline Borjas Torres.

- Aida Gamboa (DAR). Tema: proteção dos defensores dos direitos humanos e o Acordo de Escazú.

- Josein Tokoe (OIS). Tema: mulher e sua conexão com a mãe natureza.

- Fanny Cuiru (OPIAC) Tema: o papel da mulher na defesa do território.

- Rocilda Nunta Guimarães (AIDESEP). Tema: Envolvimento das mulheres nos processos organizacionais.

12h55 - A visão de mundo dos povos indígenas, como uma proposta para deixar o modelo extrativista.

Moderado por: Oscar Soria.

- Mario Nicacio (COIAB) Tema: visão de mundo dos povos indígenas e sua relação com a mãe natureza.

- Tuntiak Katán (COICA). Tema: a economia indígena, como alternativa a um modelo mais sustentável.

- José Gregorio Díaz Mirabal (COICA). Tema: O que os povos indígenas propõem para uma vida mais sustentável?

13h30 - Intervenção artística

Moderado por: Nadino Calapucha

Artistas da Amazônia:

- Djuena Tikuna (Brasil).

- Yachay (Equador).

Veja mais notícias sobre Amazônia InternacionalNotícias.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 26 Setembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/