Manaus 30º • Nublado
Segunda, 29 Novembro 2021

Quem são as 4 musas que enriquecem a beleza do Teatro Amazonas?

Captura-de-Tela-2021-10-25-as-13.24.5_20211025-172618_1

Quem visita Manaus fica encantado com a diversidade de elementos culturais da região, muitos destes símbolos são heranças da Belle Époque, que ocorreu no período áureo do ciclo da borracha. Um desses símbolos, conhecido como um dos mais importantes teatros do Brasil e o principal cartão-postal da cidade é o Teatro Amazonas.

Você sabia que na decoração do entorno do Teatro, existem quatro das nove musas de Apolo, deus do sol na Mitologia Grega?

O Portal Amazônia mostra quem são as musas e suas simbologias. 

Foto: Reprodução

As musas podem ser encontradas nos jardins frontais (Callíope e Euterpe) e dos fundos (Melpômene e Thalía) do Teatro Amazonas. A doutora em design e especialista em história e crítica da arte, Evany Nascimento, explica que as esculturas não foram feitas aqui e que possivelmente vieram da França, na Europa.

Durante a Belle Époque, muitas destas esculturas foram trazidas para a região com o intuito de simbolizar o grande desenvolvimento social e econômico que a cidade passava na época. Como o período foi marcado também por uma forte influência europeia, vários outros artigos foram trazidos para Manaus.

"Existem outras esculturas em ferro retratando personagens mitológicas, por exemplo na Praça da Polícia há a Diana Caçadora, a Ninfa, o Hermes; nas laterais do Teatro Amazonas também têm quatro esculturas, duas femininas e duas masculinas", relata. Evany também é autora da obra Monumentos Públicos do Centro Histórico de Manaus e desde 1996 estuda essas esculturas. 

 As musas de Apolo

 As musas eram ninfas que nasceram da relação entre Zeus e Mnemósine (deusa da memória). Seu líder era o deus Apolo, que as ensinou a arte. Elas podiam ver o futuro, dom que poucos deuses possuíam.

Inicialmente, as musas foram criadas para celebrar a vitória dos deuses sobre os titãs, na chamada Titanomaquia. Consideradas divindades da primavera, a importância delas aumentou até se tornarem deusas.

 Callíope

Considerada a mais velha e mais sábia das musas, foi a musa da poesia épica, da ciência em geral e da eloquência. Além disso, possuía a voz mais bela e teve dois filhos com o deus Apolo: Orfeu e Linus.

Em relação a escultura no Teatro, a especialista em história da arte esclarece "Trata-se de uma escultura que apresenta o estilo 'panos molhados' desenvolvido na Grécia Clássica e percebe-se a valorização do corpo e da sensualidade feminina, também característicos da época", conta. A escultura possui 1,43m de altura e pedestal em alvenaria de 1,35m.

Callíope, a musa da poesia épica. Foto: Reprodução.

Euterpe 

 Musa da música e da poesia lírica, o nome Euterpe significa "plena alegria" ou "doadora de prazeres". Ela também é a Musa da alegria e do prazer e do tocar de flauta, e a ela atribui-se a invenção da flauta dupla, que é o seu símbolo.

"Carrega uma harpa feita com o casco de tartaruga, que era uma prática comum na Antiguidade. Por causa deste elemento, ela pode ser considerada a representação da música", explica Evany. Mede 1,43m de altura e o pedestal 1,35m.

Euterpe, a musa da música. Foto: Reprodução.

 Melpômene

 Usualmente representada com uma máscara trágica e usando os coturnos, vestimenta associada aos atores trágicos, Melpômene apesar de ter o canto alegre,representa a musa da tragédia. Algumas vezes ela segura uma faca ou bastão em uma mão, e a máscara na outra.

"O detalhe que a diferencia é o caráter mórbido e misterioso que adquire devido ao capuz que oculta parte do seu rosto, reclinado para baixo", comenta a especialista. Sua altura é 1,30 m e o pedestal mede 1,32m. 

Meupômene, a musa da tragédia. Foto: Reprodução.

 Thalía

 Por fim, nos jardins do fundo, encontra-se Thalía, a musa da comédia. Representada às vezes vestindo uma máscara cômica, a musa carrega ramos de hera e é mostrada portando também um cajado de pastor, coroada de Hera. "Apesar de o panejamento apresentar-se pesado, dando à figura uma aparência rígida, observa-se que o rosto passa uma impressão muito suave", diz Evany.

A escultura possui 1,40m de altura e o pedestal 0,47m.

Thalía, musa da comédia. Foto: Reprodução.

Além destas musas, há dezenas de representações de seres da mitologia e até mesmo autoridades públicas que foram referências na região. O estudo completo desses monumentos pode ser acessado aqui. 

Veja mais notícias sobre Amazonas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 30 Novembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/